30º Mix Brasil celebra a diversidade LGBTQIA+ com mais de 100 filmes em exibição

O evento, que começa nesta quarta (9), ainda conta com espetáculos teatrais inéditos, shows musicais e encontros literários

Close, de Lukas Dhont, é o principal destaque do festival. Premiado em Cannes, o longa aborda a homofobia na infância. (Foto: Divulgação).

O Festival Mix Brasil, maior evento cultural dedicado à diversidade da América Latina, chega a sua 30ª edição celebrando “Toda Forma de Existir”. Com uma programação majoritariamente presencial, o evento começa nesta quarta (9) e vai até o dia 20 de novembro, ocupando oito espaços culturais de São Paulo. Já a programação online estreia na segunda-feira (14) e poderá ser assistida gratuitamente pelas plataformas do Sesc Digital e Spcine Play.

Ao todo, serão exibidos 119 filmes de 35 países e de 12 estados brasileiros, além de experiências XR de realidade estendidas, seis espetáculos teatrais inéditos, shows musicais, encontros literários, performances, palestras sobre temas relevantes para comunidade LGBTQIA+ e o já tradicional Show do Gongo com Marisa Orth. Nesta edição, a grande homenageada com o prêmio Ícone Mix Brasil será a artista multimídia Linn da Quebrada.

A abertura, que acontece nesta quarta-feira para convidados, contará com a exibição do filme brasileiro Três Tigres Tristes, de Gustavo Vinagre, vencedor do prêmio Teddy de Melhor Longa no Festival de Berlim e inédito em São Paulo, e com a première do Projeto Flâneur #Experimento nº1, que levará o público a flanar pelas histórias das minorias LGBTQIA+ pelo centro da cidade de São Paulo, mesclando as instalações em realidade virtual e aumentada com performances presenciais.

A programação internacional deste ano traz títulos, a maioria inéditos no Brasil, de diretores e atores que tiveram suas obras premiadas e selecionadas nas últimas edições dos festivais de Cannes, Berlim, Sundance, San Sebastian, Locarno, Tribeca, Toronto e Frameline. Um dos grandes destaques é o longa-metragem Close, de Lukas Dhont, vencedor do Grand Prix no Festival de Cannes e indicado da Bélgica ao Oscar. Dhont, que estará presente no Festival, participará de um encontro com jovens realizadores brasileiros na programação do MixLab Spcine.

Na mostra nacional, concorrem ao Coelho de Ouro oito longas e médias representados pelos estados do Amazonas, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Entre eles estão A Filha do Palhaço, de Pedro Diógenes, vencedor do prêmio de melhor atuação no Cine Ceará; Paloma, de Marcelo Gomes, melhor longa da Première Brasil no Festival do Rio; e Transe, de Anne Pinheiro Guimarães e Carolina Jabor. Já a programação de curtas-metragens conta, ao todo, com 14 filmes que contemplam as cinco regiões do Brasil e trazem um retrato dinâmico da viva e efervescente produção brasileira.

A música também é destaque no Festival. Entre as atrações estão Assucena, que depois de seis anos à frente da banda As Baías, apresenta seu show solo Minha Voz e Eu, e Filipe Catto, que apresenta O Nascimento de Vênus, seu segundo disco ao vivo e que marca sua transição de gênero como uma pessoa trans não-binária.

SERVIÇO:
30° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade
De 9 a 20 de novembro
Acesso gratuito, exceto as sessões do Espaço Itaú Augusta – valor único de R$20,00 em qualquer sessão.
Locais:
CineSesc – Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do cinema 1h antes do início da sessão. (CINEMA)
Espaço Itaú Augusta (salas 3 e 4) – Os ingressos começam a ser vendidos na bilheteria do cinema 1h antes do início da sessão. (CINEMA)
Centro Cultural São Paulo – (Salas Lima Barreto, Paulo Emílio, Adoniran Barbosa, Jardel Filho) – Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início da sessão. (CINEMA, MÚSICA, SHOW DO GONGO, PERFORMANCE)
Teatro Sérgio Cardoso – Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início da sessão. (Teatro)
MIS – Museu da Imagem e do Som – Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início da sessão. (EXPERIÊNCIA XR)
Biblioteca Mário de Andrade – (EXPERIÊNCIA XR, TALKS)
Cine Olido – (EXPERIÊNCIA XR)

Leia Mais
Museu das Favelas abre as portas com exposições e programações especiais