O clássico cartaz do Ave Sangria. (Foto: Divulgação).
O clássico cartaz do Ave Sangria. (Foto: Divulgação).

O festival Abril Pro Rock realiza sua Pôster Arte Design, a partir da próxima sexta-feira (10/04), em três locais simultaneamente e entrada aberta ao público: Torre Malakoff, Paço da Alfândega e Faculdade dos Guararapes. A exposição já se tornou tradicional dentro da programação do evento. Serão mais de 100 obras raras que contam a memória da música, entre quadros, cartazes, pôsteres, objetos e gravuras.

Leia Mais
Veja a programação oficial do APR

Fica em cartaz até 29 de abril no Paço da Alfândega e na Faculdade dos Guararapes e até 10 de maio na Torre Malakoff.

“Faz parte da história do Festival não se limitar à produção de shows e estar integrado à história da música, seja no design, na pintura, na gravura. Cada peça gráfica conta um capítulo por onde caminha a música e o Abril Pro Rock se orgulha de poder levar ao público alguns desses registros raros”, diz Paulo André Pires, idealizador do festival.

apr

Entre os destaques de obras de arte, estão uma gravura da Ave Sangria (atração do festival deste ano), feita pelo artista Ivinho, gravuras por Kin Noise (PE), responsável pela arte do Abril pro Rock 2015, obras das artistas Simone Mendes (PE) para o Monstro Amor e de Luiza Guedes (Uberlândia), com retratos de David Bowie e Jimi Hendrix, além de uma obra original de Cavani Rosas, uma gravura para o livro Fazer Versos.

Os posters continuam sendo um forte da exposição, que este ano traz uma coleção inédita, nunca exposta em outras edições, como o poster da revista inglesa Classic Rock, especial Black Sabbath, o poster Chico Science e Einstein de julianamokrejs (Urban Arts) e The Nightmare, de Eric Benton (EUA). Os cartazes raros dos anos 80 e 90 de shows também trazem pérolas, de festivais alternativos e de bandas da cena underground, como o cartaz do festival Rock n’Coke 2005 com participação da Nação Zumbi na Turquia. Destaque para uma série de cartazes de filmes relacionados à música, como Cartola, de Lírio Ferreira e Hilton Lacerda.

Entre os objetos que compõe a exposição, uma camisa pintada por Arnaldo Baptista (Os Mutantes) e o encarte do LP da coletânea Warfare Noise com o cartaz original do show de lançamento de 1986.

Na Faculdade dos Guararapes, o acervo se dedica a levar um material que destaca a cena musical de Pernambuco. A Faculdade vai receber ainda shows gratuitos a partir também desta sexta, 10. A programação começa com a apresentação da banda Caapora, às 17h. No sábado, às 11h, é a vez da Kalouv se apresentar na FG. Os pockets retomam no dia 17 deste mês com Almério, às 17h, e encerra no dia 23, uma quinta-feira, véspera do festival no Chevrolet Hall, com Aninha Martins, também no final da tarde.

apr2

Leia Mais
Virtuosi Brasil celebra nova geração de solistas e instrumentistas mulheres