O alemão Florian Schneider, um dos fundadores do Kraftwerk, morreu aos 73 anos. A informação foi confirmada pela revista Billboard. Nome influente da música pop mundial, Schneider e sua banda são considerados os pioneiros da música eletrônica, o que influenciou diversas gerações de músicos nos mais diferentes estilos, do hip hop ao rock.

A causa de sua morte ainda não foi divulgada.

Multiinstrumentista, Schneider tocava sintetizadores, flauta, sax e ainda atuava como vocalista. Apesar da banda seguir em atividade, ele deixou o Kraftwerk em 2008 após quatro décadas com a banda. Não esteve, portanto, na abertura do show do Radiohead no Brasil, em 2009.

Juntos, eles lançaram dez álbuns, entre eles o aclamado Autobahn (1975) e Computer World (1981).

Leia Mais
Dua Lipa nas alturas no clipe de “Break My Heart”