A cantora e compositora Marília Mendonça, de 26 anos, morreu em um acidente na serra da cidade de Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais, na tarde desta sexta (5). A morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, que soltou uma nota à imprensa (via G1 e TV Globo).

Todos os cinco ocupantes da aeronave morreram. Além de Marília também faleceram no acidente o piloto, o copiloto, o produtor da artista, Henrique Ribeiro, o seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho. As causas do acidente ainda não foram divulgadas. O avião tinha decolado de Goiânia e levava a cantora para um show em Caratinga, em Minas Gerais.

“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e copiloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos.”, disse a nota da assessoria da cantora.

Conhecida como rainha da sofrência, Marília Mendonça era uma das forças pop do Brasil com fãs em todo o Brasil e um protagonismo no sertanejo. Ela era uma das cantoras mais ouvidas do país com hits como “Infiel”, “Todo Mundo Vai Sofrer”, “Ciumeira”, “Bebi Liguei” e “Supera”.

Ela virou ícone do chamado “Feminejo”, com letras cheias de empoderamento que falavam de relacionamentos a partir da perspectiva feminina. Seu último trabalho foi no projeto Patroas, ao lado da dupla Maiara e Maraísa.

Nascida em Cristianópolis, em Goiás em 22 de julho de 1995, Marília Mendonça gravou o primeiro EP homônimo em 2014. Mas foi com o disco de estreia de 2016 que conseguiu projeção nacional.

Ela deixa um filho de 1 ano.

Leia Mais
Eu Curto, Tu Curtes, Ele, O Curta #8: Clássicos do cinema nacional