alceu

O músico pernambucano Alceu Valença ganhou um tributo feito por artistas da nova geração no disco, Ainda Há Coração. A organização do álbum foi feita pelo site Scream & Yell, que já lançou discos-homenagens a Milton Nascimento, Belchior, Paralamas do Sucesso e Engenheiros do Hawaii.

Nomes como The Baggios, Nevilton, Judas, Luiza Lian, Bruno Souto e Tagore recriaram clássicos da discografia de Alceu, como “Anunciação”, “Bobo da Corte”, “La Belle de Jour”, entre outros. O artista argentino Ariel Migliorelli e a uruguaia Papina de Palma também participam do projeto. O álbum está disponível para download gratuito pelo site ou para audição no Soundcloud.

“Para montar esse show me afundei na discografia de Alceu, a qual eu conhecia de apaixonado por sua musicalidade, mas que nunca eu tinha parado para ouvir com calma me atentando aos detalhes – e o amor também está nos detalhes”, disse Marcelo Costa, editor do Scream&Yell. Alceu completou 70 anos em 1º de julho de 2016 e tem mais de 45 anos de carreira com mais de 24 discos lançados.

Alceu comemora 45 anos de carreira em 2016. (Divulgação).
Alceu comemora 70 anos de vida e mais de 45 anos de carreira em 2016. (Divulgação).

“Na obra de Alceu Valença, rock, xote, maracatu, frevo, pop sofisticado, embolada, coco e muitos outros gêneros se misturam, numa estética que frequentemente usa Pernambuco como ponto de partida para se chegar a qualquer lugar do mundo – ou, em alguns momentos mais ousados, a outros mundos”, diz o produtor do tributo, Leonardo Vinhas, em texto de apresentação do disco. “E nessas paisagens musicais, abunda o imaginário onde quase tudo é levado ou transformado pelo vento, os cabelos são a fagulha para o desejo e os sabores da natureza e do corpo insistem em ficar por mais tempo na boca e na memória.”

Ouça abaixo o disco e faça o download.

Veja aqui a entrevista que fizemos com Alceu Valença: nunca me curvei à indústria.

Leia Mais
Karynna Spinelli fala de sororidade e amparo no clipe de “Menina Quem Foi Tua Mestra”