O músico pernambucano lança o primeiro single do seu segundo EP Distopia – Estado de Emergência. Inicialmente programado para sair em abril, a produção do EP, que trará quatro faixas inéditas e autorais, precisou ser adiada por conta da pandemia.

Até o início de dezembro, todas as faixas serão disponibilizadas nos aplicativos de música. A valsa intitulada “Cinema, Democracia e Cartões Postais” abre o EP e faz alusão ao momento que a humanidade vive. Com participação especial do também pernambucano Zé Manoel (piano e voz), a faixa narra simultaneamente o momento presente (de pandemia) e um futuro distópico. Os músicos Alexandre Rodrigues (sopros) e Rafael Marques (bandolim, viola e arranjos) também participam da faixa.

Zé Manoel e a luta do povo preto e indígena no disco Do Meu Coração Nu

O músico pernambucano (natural de Petrolina) Zé Manoel lança o seu novo disco, Do Meu Coração Nu. A produção é do músico, compositor e produtor musical baiano Luisão Pereira. O trabalho traz questões raciais em política em uma sonoridade que passeia entre o embate e o acalento. “História Antiga”, que abre o disco, começa a narrativa em 2019, mas poderia ser em qualquer outro ano desde a chegada dos povos africanos em terras americanas até hoje, pois fala sobre o […]

Read more

André Mussalem começou a compor aos 16 anos e desde então se dedica a estudar o processo de formação do povo brasileiro por meio da música. “No Morro da Minha Cabeça”, seu primeiro registro fonográfico foi lançado em 2016, e Polis, segundo álbum, em 2018. Este último traz a faixa “Maré”, uma  celebração a vida e a obra de Marielle Franco.

Leia Mais
Novo selo CALOOR record estreia com o single da banda Muntchako, “Cloroquina ina ina”