O músico pernambucano André Mussalem lança seu mais recente trabalho: a trilogia DISTOPIA. O primeiro EP desta trilogia foi batizado de “A vida segue” e traz cinco faixas.

Duas músicas já tinha sido lançadas, como single, ao longo de 2019: o frevo “Gente de Bem”, um dueto com a cantora pernambucana Flaira Ferro que faz referência aquelas pessoas que se intitulam “gente de bem”, mas que costumam ser as primeiras a descumprir as obrigações éticas; e “Leão”, dueto com a baiana Illy que fala sobre a necessidade de festejar ainda que estejamos imersos nessa distopia.

As três canções inéditas que compõe a primeira parte do projeto são “O Amor Nos Tempos de Cólera” cujo título é um trocadilho com o romance do escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez e fala sobre relacionamentos numa época de ódio e de postagens felizes em redes sociais.

“Idade Média” é um choro-bolero bem antiquado na forma (com guitarra desequilibrando o ar tradicional) que evoca figurar bem presentes como fogueiras, trevas, exorcismo e vampiros em um “tempo que parou”. Por fim, “Exílio nº 5”, um xote que fala sobre as pessoas que estão indo embora do país e sobre quem fica. Fala sobre “não se esquecer de um tempo bom” e sobre a espera de um novo dia. A faixa tem a participação do músico pernambucano Martins .

Três EP’s serão lançados ao longo de 2020 e no início do próximo ano, o artista vai compilar os três projetos num único álbum.

Mussalém lançou seu último álbum em 2018, Pólis, que traz a canção “Maré” – faixa que celebra Marielle Franco.

Leia Mais
Royal City: Saga familiar de Jeff Lemire chega ao Brasil