Festival de Angoulême adia edição presencial de 2021 por conta do coronavírus

Estão previstos dois eventos, um virtual em janeiro e outro presencial, ainda sem data

Área Le Monde des Bulles no festival em 2018. (Foto: Paulo Floro/OGT).

O Festival de Angoulême, um dos mais importantes do mundo na área de quadrinhos, anunciou mudanças na sua edição de 2021. Serão dois eventos: um encontro virtual entre 28 e 31 de janeiro de 2021 e um presencial, que deve acontecer até o meio do ano que vem, ainda sem data.

Depois de um ano inteiro de cancelamentos e adiamentos causados pela pandemia do novo coronavírus, agora são os eventos de 2021 que vem que começam a ser afetados.

A crise sanitária causada pela Covid-19 já começa a atingir níveis estáveis na França, mas o risco de contaminação ainda existe enquanto uma vacina não estiver disponível. Por isso, a organização do festival já trabalha com a possibilidade de que as regras de distanciamento e segurança do governo francês, em vigor até 31 de outubro, deverá ser prorrogado.

O Festival de Angoulême (também conhecido pela sigla FIBD Festival International de La Bande Dessinée) acontece tradicionalmente no mês de janeiro e envolve diversos espaços da cidade, como museus e galerias, além de contar com galpões montados especialmente para as atividades. É um evento enorme, que movimenta todo o centro histórico com milhares de pessoas. Impossível conceber algo desse tamanho no contexto de uma pandemia.

Veja o comunicado oficial do evento e aqui uma versão em inglês feita pelo The Beat.

Leia Mais
Terceiro volume de Hip Hop Genealogia conta histórias dos Beastie Boys e Run-DMC