Após o reconhecimento de Antonieta de Barros como heroína da pátria, editora retoma financiamento coletivo de republicação da sua obra

Autora foi a primeira deputada negra do Brasil. Sua trajetória é marcada pela defesa da educação

A arte de capa é da ilustradora Crica Monteiro. (Foto: Divulgação).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, nessa quinta-feira (5), a Lei 14.518/23, que inscreve o nome de Antonieta de Barros (1901-1952), primeira deputada negra do Brasil, no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. Conforme publicado no Diário Oficial da União, as ministras Margareth Menezes, da Cultura, e Anielle Franco, da Igualdade Racial, também assinaram o ato. Para comemorar a conquista, a editora Skript trouxe de volta ao Catarse a campanha de financiamento coletivo do livro Farrapos de Ideias, de autoria dela.

Professora e jornalista, Antonieta de Barros nasceu em 1901, na antiga cidade de Desterro, hoje Florianópolis. Ela foi eleita deputada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 1934, sendo a primeira parlamentar negra do Brasil. A proposição que deu origem à lei que a inclui como Heroína da Pátria foi o PL 4940/2020, do deputado Alessandro Molon (PSB-RJ).

Antonieta de Barros foi incluída no Livro de Heróis e Heroínas da Pátria. (Foto: Reprodução/Twitter).

Forte defensora da educação, Barros foi a autora, em 1948, de um projeto de lei que criou o Dia do Professor, que estabeleceu o dia 15 de outubro como feriado escolar, em Santa Catarina. Quinze anos depois, a data foi adotada em todo o país.

Publicado em 1937, Farrapos de Ideias foi escrito por Antonieta de Barros sob o pseudônimo Maria da Ilha. De volta ao mercado editorial, a obra é um importante resgate histórico da literatura nacional e traz um texto híbrido entre a escrita intimista e jornalística. Além da republicação dos textos originais, a edição da Skript traz também textos da autora inseridos em uma edição póstuma publicada por sua irmã.

Também estão presentes paratextos das duas maiores especialistas sobre a autora: Jeruse Romão e Eliane Debus. A arte de capa exclusiva para esta nova edição é da ilustradora Crica Monteiro. A campanha do Catarse vai até o dia 10 de fevereiro.

Leia Mais
The Weeknd anuncia shows no Brasil em 2023