cuquinha2

O artista plástico pernambucano Lourival Cuquinha inicia exposição na Baró Galeria, em São Paulo, com o que ele batizou de “arte financeira”. Suas peças chamaram atenção fora do país e integra coleções na Suíça, EUA, sem contar aqui no Brasil. A mostra Territórios e capital: extinções é a maior do artista até agora.

Cuquinha levou para a Baró trabalhos produzidos entre 2002 e 2013. O que mais chama destaque é a instalação inédita “Zeitgeist”, que traz um gigantesco asterisco tridimensional formado por hastes feitas com R$ 7 mil em moedas de cinco e dez centavos. Também há bandeiras de oito países feitos com cédulas de diversas unidades.

A primeira obra de arte financeira de Lourival Cuquinha foi em 2007, quando ele foi à Londres acompanhar sua mulher, que fazia pós-graduação na cidade. Lá ele criou o Jack Pound Financial Art Project, uma bandeira inglesa feita com mil libras esterlinas de verdade. Para conseguir o dinheiro, ele juntou o que conseguiu como motorista de rickshaw (veículos semelhantes a carruagens, puxado por pedais) e com 495 libras de investidores que apostaram no projeto.

cuquinha

Depois disso, ele chamou atenção com sua arte feita a partir de dinheiro. Outros trabalhos de destaque e que estarão expostas: “Warning Flag”, feita com notas de dólares (2011); a suíça “Pocket Knife Financial Art Project”, com franco-suíços; a alemã “Uniformismus Finanzkunstprojekt, com euros” (2012); a brasileira “Amor, Ordem e Progresso Projeto de Arte Financeira”, feita com reais e que utiliza as antigas notas de R$ 1,00 para compor as áreas verdes (2012); e a francesa “Liberté, Egalité, Fraternité Projet Artistique Financière”, também confeccionada com notas de euros (2013).

A exposição tem visitação aberta de terça-feira a sábado, das 11h às 19h (terça a sexta), e 11h às 18h (sábados). A entrada é gratuita. A Galeria Baró fica na rua Barra Funda, 216, Barra Funda.

cuquinha

Leia Mais
Fenearte 2022 homenageia os 30 anos do Mangue Beat