Olimpíadas na Rússia chama atenção para homofobia por lá (Foto: GayGames/Divulgação)
Olimpíadas na Rússia chama atenção para homofobia por lá (Foto: GayGames/Divulgação)

Os gays da Rússia estão pedindo um boicote às Olimpíadas de Inverno que acontecerão na cidade de no ano que vem. Grupos estão pedindo que os visitantes cancelem suas viagens ao país por causa da onda de homofobia por parte do Governo. Uma lei recente proíbe o tema homossexualidade até mesmo na internet.

“Pessoas LGBT na Rússia estão assustadas, vivem com medo e nós queremos que as pessoas fique cientes dessa situação. Se as pessoas se importam com direitos humanos, deveriam boicotar as Olimpíadas em Sochi”, disse Nina Long, co-presidente da organização RUSA LGBT, em entrevista ao RIA-Novosti, citado pelo Queerty.

Estive em São Petersburgo há cerca de seis meses e comprovei que realmente existe um clima de insegurança por parte de muitos gays de lá. Além da lei voltada para internet e meios de comunicação, legislações específicas de algumas cidades proíbem demonstrações homossexuais em público. Por isso, ser tornou-se algo perigoso. As punições variam de uma simples multa até uma ida à delegacia.

Johnny Weir brilhando no gelo (Reprodução via StyleWatch)
Johnny Weir brilhando no gelo (Reprodução via StyleWatch)

Comitê quer tirar o medo dos atletas gays
O Comitê Olímpico Internacional fez um anúncio no último final de semana dizendo que os atletas gays serão bem-vindos ao evento, apesar das leis contra propaganda gay anunciadas recentemente.

A lei ainda precisa da aprovação do Parlamento supremo e da assinatura do presidente Vladimir Putin, mas especialistas acreditam que deva passar até o final do mês, quando entra em vigor. Estrangeiros que forem enquadrados na lei poderão pegar 15 dias de prisão, além de deportação.

O comitê está preocupado com isso. Com a declaração, a organização espera acabar com o medo de atletas abertamente gays, como o campeão mundial norte-americano Johnny Weir e o neozelandês Blake Skjellerup.

Brasil também pede boicote
Assim como a população gay na Rússia, usuários brasileiros estão usando as redes sociais para pedir um boicote à Copa do Mundo de Futebol, que acontece no país ano que vem. Nas manifestações também é possível ver cartazes com dizeres como: “Não venham ao Brasil para a Copa do Mundo. Você estará contribuindo para a corrupção no Brasil”.

Leia Mais
Ser drag é ser feliz