Imigração, liberdade e poesia. São com essas temáticas que a banda AYOM se debruça na divulgação do seu novo single, homônimo, que traz à tona as motivações mais íntimas e comoventes da frontwoman Jabu Morales.

Autobiográfica, a música vem carregada das nuances do poder feminino, em plena transição entre suas diferentes fases-faces: menina, mulher e mãe, marcando o processo migratório de uma brasileira que deixou seu país para conquistar e viver plenamente sua liberdade sem fronteiras físicas ou simbólicas, além de retratar a jornada da artista às suas origens, que encontra, a partir do som do tambor, a força para se conectar com a sua ancestralidade.

Entoada com uma doce voz, AYOM revela um discurso forte, mas ao mesmo tempo leve, desenhando, de maneira emblemática, a nova fase de Morales, que deixou o Brasil para viver em Barcelona, afirmando seu empoderamento feminino, enquanto nos faz refletir sobre os paradigmas que permeiam uma sociedade preconceituosa, machista e misógina.

AYOM é formado por Jabu Morales (voz e percussão), Alberto Becucci (acordeão); Timoteo Grignani (percussão), Walter Martins (percussão), Ricardo Quinteria (baixo, violão) e Olmo Marin (cavaquinho).

Leia Mais
Sonhonauta, Mayara & Annabelle e gibi de Vitor Cafaggi entre os primeiros lançamentos da retomada da Conrad