BaianaSystem lança clipe de “Catraca”, entre a revolução e o transe

Com bandeira do Brasil preta, muito fogo e mascarados incendiários, o clipe foi gravado em Fortaleza e faz parte do disco OXEAXEEXU

Foto: Taina Cavalcante/Divulgação.

Uma bandeira do Brasil preta, uma sucata de ônibus, palhaços, mascarados incendiários, muito fogo e diversas simbologias marcam a narrativa de “Catraca”, mais novo clipe do grupo BaianaSystem, gravado em Fortaleza.

O clipe, repleto de dança e humor cearense, conta a história de um passageiro de ônibus, vivido pelo multiartista Abu, e que em sua viagem acaba experimentando um psicotrópico. Em transe, ele se une a um grupo de revolucionários, dispostos a romper fronteiras e destruir um dos ícones da segregação: a catraca.

Dirigido pelos artistas Léo Suricate, Renata Monte e Mumutante, o clipe reuniu diversos nomes da periferia, de diferentes linguagens artísticas, como Maurício Batuta, Blecaute, Fluxo Marginal, Larissa Ribeiro, Princesinhas do Passinho, Jamaicano e Helen de Sá, além da Direção de Fotografia de Murilo da Paz.

O clipe é uma parceria entre os selos Máquina de Louco, Vetinflix e a produtora cultural Peixe-Mulher.

Por trás das câmeras, Luana Caiubi e Rafael Neves assinam a produção geral. O artista visual e designer Zé Filho desenvolveu a pesquisa, figurino e identidade. Os registros de todo o processo foram documentados pelos fotógrafos Jeny Sousa, Lucas Calisto, Tainá Cavalcante e os filmmakers Uirá Dantas e Felipe Pinto.

A música “Catraca” faz parte do disco OXEAXEEXU, resultado de uma experiência realizada em 2020, dividida em três atos – Navio Pirata, Recital Instrumental e América do Sol – e que agora forma um álbum de 21 faixas.

Leia Mais
Tulipa Ruiz traz novo show para o Teatro do Parque