Banda Remobília reflete sobre recomeços e reencontros no primeiro álbum “Ponto Final”

Os músicos são ex-integrantes da banda indie Móveis Coloniais de Acaju e falam de sentimentos no novo disco

Foto: Joy Ballard/Divulgação

Com faixas que falam sobre os anseios bons e ruins da reconexão, a banda Remobília lança Ponto Final, o primeiro álbum da carreira. Formada pelos ex-integrantes da banda Móveis Coloniais de Acaju, os artistas André Gonzales, Beto Mejía, Esdras Nogueira, Fernando Jatobá e Gustavo Dreher se juntaram mais uma vez para lançar o álbum. 

Com anos de trabalho juntos, os integrantes se conectaram em um período em que todos estavam focados em trabalhos solos e, ainda próximos, decidiram voltar a fazer canções em conjunto.

Banda Remobília/Foto: Joy Ballard

Com a pandemia, o grupo não desanimou pela distância física e chegaram a lançar  EP Janelas no ano de 2020. Em Ponto Final, os artistas se voltam para os sentimentos e reencontros. 

“‘Ponto final’ é o nosso primeiro disco. É um disco que fala sobre conduta. Conduta de amor, cuidado e carinho, mas também de raiva e revolta. No entanto, também traz brisa e dias bonitos. Não que os tempos tortuosos tenham acabado, mas reencontros são necessários e são lugares de potência. O reencontro sempre tem nostalgia, carinho e cuidado. E por aí pretendemos continuar caminhando. Tendo a música e arte como ponto de fuga e refúgio” explica Beto Meija.

Leia Mais
Curta Kinoforum anuncia os filmes selecionados para a premiação