Bel Aurora lança disco A Metanoia representando renovação e sobrevivência

Faixas discutem temas como violência sexual, gaslighting e relação tóxica

Influenciada pela MPB, rock progressivo, indie e cancioneiro brasileiro, artista lança o primeiro álbum da carreira. Foto: Diogo Maiakóvski/Divulgação.

A Metanoia é o título do primeiro álbum de estúdio lançado pela cantora paulistana Bel Aurora. A palavra “metanoia” tem origem grega e quer dizer mudar de ideia ou pensamento. Nesta premissa, a artista propõe com o álbum uma renovação de olhar para si mesma e para as vivências pessoais. As nove faixas abordam temas como violência sexual, gaslighting e relação tóxica, a medida que apresenta uma mulher que sobreviveu e lutou para achar a si própria.

O disco foi produzido por Guilherme Kastrup, e conta com o instrumental de Shaya Lambert (cello), Samuel Bueno (baixo), Sintia Piccin (sax barítono), André do Amaral(piano), Felipe Kouznetz (guitarra e noises em “Paranoia”), Guilherme Kastrup (bateria), além das participações especiais de Maria Beraldo (clarinete em “Paranoia”), Cris Cunha (vozes em “Incêndios”), Ariel Aricas (eletrônicos em “A Viva”) e Fernando Mota (sax barítono em “Paranoia”).

Leia Mais
Explorando o passado e futuro Ana Cacimba lança seu disco de estreia Azeviche