Bia Nascimento une a música popular à instrumental no EP Brasa Cor

Projeto é o primeiro a ser assinado como artista solo pela violonista

Foto: Felipe Saleme. (Divulgação).

A violonista Bia Nascimento lança seu primeiro EP como artista solo. Intitulado Brasa Cor, trabalho promove um encontro da música popular com a instrumental e dos sons com as cores.

“Compor é fazer uma visita interna e traduzir as emoções no violão. Como pintar um quadro, um instante, um momento – e se despedir. Feito a brasa de um fogo, que se acende e pode durar horas ou segundos quando assistimos queimar, mas se registramos este momento, podemos revisitá-la sempre que quisermos”, contou a artista.

A musica mineira também integra o Duo Nascente, ao lado de João Cordeiro e o trio de choro Caetano Brasil & O Choro Livre, ao lado do clarinetista Caetano Brasil e do percussionista Chico Cabral. Como compositora assina músicas para a Banda Matilda, a trilha sonora do filme A Menina que Colecionava Estrelas (2016), com direção e roteiro da artista Ana Cláudia Ferreira e, recentemente, a trilha sonora do filme curta-metragem Piranga, o Herói Taciturno (2022), com direção de Mônica Veiga e Daniel Couto. 

Leia Mais
Rapper VINIVINI questiona as cobranças sociais no novo single “Sorrindo Pra Agradar Quem?”