Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Björk pode estar toda desconfiada dos serviços de streaming, uma das maiores mudanças na forma de ouvir música nos últimos anos, mas a cantora islandesa quer mostrar que ainda está afeita às inovações tecnológicas. Seu novo clipe será lançado diretamente no Oculus Rift, óculos de realidade virtual que causou comoção na indústria ano passado.

“Stonemilker”, faixa do novo disco Vulnicura, será uma experiência virtual disponível apenas para usuários do Rift. “É muito fácil ficar íntimo (da realidade virtual). Chega a ser até mais intimista que a vida real. E tem ainda está qualidade panorâmica louca. É realmente muito empolgante”, disse Björk citada pelo Consequence Of Sound.

O Oculus Rift ainda não está sendo comercializado em larga escala. O produto oferece uma imersão completa e foi feito pensando sobretudo na indústria do entretenimento como jogos, filmes e música. O Facebook comprou a companhia no ano passado.

Não é a primeira vez que Björk une música e tecnologia. Em Biophilia, de 2013, ela lançou diversos aplicativos musicas e fez uma turnê mundial com instrumentos criados por um grupo de técnicos e cientistas especialmente para os shows.

Sem mais artigos