Bob Dylan lança o seu primeiro disco com material inédito em oito anos. Rough and Rowdy Ways traz as faixas “Murder Most Foul”, “False Prophet” e “I Contain Multitudes”, já lançadas anteriormente. Há também participações especiais de Fiona Apple e Blake Mills.

Aos 79 anos, Dylan segue refletindo sobre questões filosóficas como morte, vida e a própria humanidade. Vencedor do Nobel, o músico trouxe diversas referências literárias ao longo do álbum, como é o caso de Walt Whitman, poeta americano do século 19, cujo trabalho inspira a faixa “Song ofd Myself”.

“My Own Version Of You” traz citações a Shakespeare, Homero e Karl Marx. Em “Key West” temos a presença nas letras de Allen Ginsberg e Jack Kerouac, autores da geração beatnicks, ícones da contracultura.

Em geral, o disco traz questões mais universais, quase todo preenchido por baladas, mas o bardo também encontrou momentos para tratar de assuntos da sociedade americana, como a luta por direitos civis, caso da bela “Mother of Muses”.

O final épico, já conhecido pelos fãs, tem 17 minutos e tem como ponto de partida o assassinato de John Kennedy para tratar do percurso da sociedade ao longo do século 20.

O disco pode ser ouvido em todas as plataformas de streaming.

Leia Mais
Missy Elliott é uma obra de arte super descolada no divertido clipe de “Cool Off”