aliadoscp

Fotos de Marcelo Soares/Divulgação.

O Festival Pré-AMP realizou duas eliminatórias esta semana, quinta (13) e neste sábado (15). O evento, que vem recobrando público nos últimos anos atraiu atenção de uma plateia empolgada na Rua da Moeda. Mas duas se destacaram e passam a figurar como apostas da cena independente do Recife: Mexidinho e Aliados CP.

Esta última chama atenção por trazer um hip hop meio teatral, performático e que empolgou bastante o público. Já iniciaram o show vestidos como cangaceiros, o que poderia parecer ridículo em um primeiro momento, mas se traduziu em um momento de um grupo que soube brincar com os clichês. O Aliados CP não trouxeram nenhuma grande inovação no rap, mas se deram bem nas rimas sobre a realidade de seu bairro, Casa Amarela.

mexidinho

Outra boa novidade foi o Mexidinho, banda que se insere no bom momento do rock brasileiro, que faz uma desconstrução do samba com uso incrível da palavra cantada. Vai na mesma escola de nomes como Metá Metá e Passo Torto. Lançaram um EP recentemente e merecem a pecha de revelação. Possuem muita presença de palco, com os homens da banda vestindo saias ou vestidos e com a vocalista Olivia Fancello caprichando na interpretação.

O grupo tem ainda na formação Maneco Baccarelli, Sandro Lins, Rodrigo Gondão e Heudes Regis, que também é fotógrafo. O que prejudicou o grupo nesta eliminatória do Pré-AMP foi o som, que se apresentava estourado em algum momento. Merecemos ver Mexidinho em um palco com o som perfeito para curtir melhor o som cheio de complexidade do grupo. O disco de estreia deve sair este ano.

O festival ainda trouxe os grupos Cabugá, Mosqueteiro de Aquário, Consciência e Zé Ausônio. Na quinta, se apresentaram Nado Rodrigues, Marcio Lemos, Joana, Flor de Maria e Chãocéu. Maraia Takai venceu na escolha dos jurados e Bettlejuice, no público. Neste sábado, o Aliados CP foi a escolha popular e o Cabugá como escolha do júri.

O festival faz parte do calendário do Carnaval do Recife. Os três vencedores se apresentam nos palcos da folia na cidade.

Leia Mais
A programação oficial do Carnaval do Recife: Nação Zumbi e Gilberto Gil

Errata: Ao contrário do que foi dito na matéria, o cantor Vertim Moura não faz parte do Mexidinho. Ele apenas faz uma participação na gravação do disco. O texto foi corrigido.

Leia Mais
Cantora Illy chega com seu pop tropical ao Recife