studiosp

Uma das casas de shows mais conhecidas de São Paulo, o encerra suas atividades depois de oito anos. O fundador do lugar, , postou um comunicado no Facebook informando sobre o fechamento.

O Studio SP foi importante para a nova cena musical que surgiu em São Paulo na última década. O lugar também ficou conhecido por dar espaço para novos nomes aqui de Pernambuco. Em parceria com os produtores pernambucanos , eles também promoveram a Invasão Sueca, em São Paulo. Se apresentaram por lá Otto, Bonde do Rolê, Diplo, Camera Obscura, entre outros.

Para Youssef, “a grave e nociva especulação imobiliária” contribuiu para o fechamento. “A notória e agressiva especulação imobiliária que atingiu o Baixo Augusta e trouxe incerteza e ocilações ao projeto é um dos motivos do fechamento da casa. Entretanto, a principal razão é de ordem pessoal e tem relacão com novos rumos das vidas dos sócios fundadores do Studio SP, que em comum acordo tomaram a decisão para poderem se dedicar a novos projetos”, disse. “O Studio SP completa a sua trajetória consciente da sua importância e orgulhoso por suas realizações e sua bela história”.

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

A casa-irmã Studio RJ continua funcionando normalmente, pois se trata de uma outra empresa. O mesmo vale para o Bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, bloco de carnaval que tinha sede no Studio SP.

Veja a íntegra do post de Alê Youssef no Facebook.

Sem mais artigos