CCXP22 começa hoje com a exclusiva Spoiler Night

O evento, porém, só abre para o público geral nesta quinta-feira (1º)

Festival volta acontecer de forma presencial após dois anos de CCXP Worlds, formato digital da marca. (Foto: Ariel Martini/Divulgação).

Após dois anos acontecendo em formato digital, a CCXP volta agora a ser realizada presencialmente, no São Paulo Expo. Com mais de 260 painéis e 220 horas de conteúdo, incluindo premieres de filmes e séries, o evento começa nesta quinta-feira (1º), para o público geral, e segue até o domingo (4).

Nesta quarta (30), porém, a programação já tem início com a Spoiler Night, noite exclusiva em que a convenção é aberta somente para convidados, imprensa e fãs que adquiriram as credenciais Unlock, Full Experience e Epic Experience.

Participam desta edição 12 estúdios e plataformas, além de atores e atrizes como Pedro Pascal, Bella Ramsey, Keanu Reeves, Paul Rudd, Hugh Grant e Jenna Ortega. Dois grandes nomes dos quadrinhos nacionais, Marcello Quintanilha e Mauricio de Sousa, também marcam presença.

No centro do evento, ficará alocado o Artists’ Valley by Chiaroschuro Studios, espaço voltado aos artistas inseridos no mundo dos quadrinhos. Este ano são mais de 500 profissionais, nacionais e internacionais, que inspiram milhares de fãs e desfilam a diversidade e muitas histórias.

Fazendo sua estreia na CCXP, a Revista Plaf estará hoje, na Spoiler Night, para o lançamento da antologia em quadrinhos Plaf Apresenta, seguindo também até o último dia da convenção, onde ocupará o estande B34-35.

Para orientar os visitantes, a CCXP22 disponibilizou um aplicativo oficial do evento, no qual é possível conhecer todas as áreas do evento através de um mapa interativo. Compatível com os sistemas Android e iOS, o aplicativo está disponível para download gratuitamente.

Os ingressos, que podem ser adquiridos através da plataforma Mundo Ticket, já estão no terceiro lote e dividem-se em diferentes tipos de credenciais, com algumas já esgotadas. Os valores variam entre R$ 140,00 e R$ 2.200,00.

Leia Mais
Série Atroz que retrata os abusos sofridos por artistas pretos e LGBTQIA+ na indústria cinematográfica ganha exibições gratuitas em São Paulo