Coleção Recife 500 Anos discute caminhos urbanísticos da cidade com obras de pesquisadores

Durante todo o ano de 2022, novos lançamentos da coleção serão feitos

Foto:Divulgação

O Recife será a primeira capital de estado brasileira a comemorar cinco séculos de fundação, em 12 de março de 2037, e para celebrar, a Cepe Editora, em parceria com a Prefeitura do Recife, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Observatório do Recife, vai lançar a Coleção Recife 500 Anos

Esta coleção é composta por 12 livros nos quais mais de 70 pesquisadores trabalharam e que serão lançados por todo o ano de 2022. Para iniciar os lançamentos, no dia 15 de julho às 15h no teatro do Brum, serão lançados quatro obras: Parque Capibaribe: A reinvenção do Recife Cidade Parque; Recife Drenagem Urbana: Entre Rios e o Mar, Caminhos e Descaminhos das Águas na Cidade; Recife 500 anos: Estratégias Para Construir a Cidade do Futuro e Recife Exchanges Amsterdam, Holland, Netherlands: Intercâmbio Internacional para Reinventar a Cidade

No evento, estarão presentes representantes de cada instituição parceira, além do prefeito do Recife, João Campos e da palestrante Luciana Schenk, presidente da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP). 

“Era preciso pensar o Recife de forma holística. Essa planície molhada foi muito aterrada e tinha mudado. Hoje há o Recife Metropolitano, com 1,6 milhão de habitantes e o Recife Metrópole com cerca de 4 milhões de habitantes, muito diferente daquele Recife holandês (sede da Companhia das Índias Ocidentais no Brasil, de 1630 a 1654)”, analisa o arquiteto e urbanista Roberto Montezuma, coordenador acadêmico do projeto.
As obras vão estar disponíveis em formato digital de forma gratuita pelo site e também serão distribuídas pela Prefeitura do Recife.

Leia Mais
Terceiro volume de Hip Hop Genealogia conta histórias dos Beastie Boys e Run-DMC