Os livros do escritor mineiro revestem-se de um poder bem característico das boas narrativas de horror que é se apoiar nas experiências mais prosaicas do cotidiano para inventar histórias escabrosas e assustadoras. VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue, que a Darkside Books lançou no final do ano passado, fazem parte dessa premissa com diferentes histórias passadas em um local esquecido pelo tempo.

Uma estranha cidadezinha de pessoas comuns em seus afazeres cotidianos acabam se tornando palco de eventos insólitos e estranhos. As histórias do livro se passam em Três Rios, no noroeste paulista, entre 1985 e 1995 e têm início em uma videolocadora que tem a capacidade macabra de alugar os sonhos e vidas de seus clientes.

Quem viveu a época de ouro das locadoras vai se conectar rapidamente com as histórias do livro. A experiência de entrar nesses ambientes cheios de histórias encapsuladas em fitas de plástico, das conversas sobre os filmes, as cabines e todo esse imaginário esquecido pelo tempo e que fazem parte da memória da era VHS aparece aqui. A edição da obra, da capa à escolha do papel, passando pela ilustrações que abrem as histórias, é super caprichada e aparece para dar ainda mais clima e substância à visão do autor.

O texto de Bravo é super direto e colabora para criar o clima necessário das histórias de terror e seus crimes brutais, acontecimentos macabros e muito sangue. O suspense que ele carrega na obra se apoia em elementos visuais como classificados, recortes de jornais, epígrafes e outros visuais aparentemente desconexos que contribuem para criar a experiência completa da obra.

Não li o seu primeiro livro que saiu pela Darkside (Ultra Carnem), mas gostei do modo como ele trabalha a narrativa com uma fragmentação que deixa o leitor atordoado e preso àquele ambiente de horror. Pra quem busca boas histórias de terror baseados em uma realidade local, o trabalho de Cesar Bravo é algo a se desvendar.

O autor Cesar Bravo: literatura de horror nacional. (Foto: Divulgação/Darkside).

VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue
De Cesar Bravo
[Darkside Books, 288 páginas / 2019]


Compre: Amazon | Darkside

Comprando através dos links aqui na Revista O Grito! o nosso site pode receber comissões pelas vendas. Isto ajuda a manter o site no ar.

Leia Mais
JUMA aposta no baião queer no single de estreia, “Agente Plural”