Foto: Reprodução/Charlie Hebdo.

Foto: Reprodução/.

Stéphane Charbonnier, o Charb, um dos mortos na chacina ocorrida na redação da revista Charlie Hebdo, era um dos mais importantes cartunistas franceses da atualidade. Pouco conhecido no Brasil, ele tem apenas um livro publicado por aqui, Marx, Manual de Instruções, que saiu em 2010 pela Boitempo Editorial.

Leia Mais
Os cartunistas mortos na chacina do Charlie Hebdo
As homenagens dos cartunistas ao redor do mundo

Nascido em 1967 ele era o diretor da Charlie Hebdo desde maio de 2009. Trabalhou em vários jornais franceses, incluindo Télérama, Fluide Glacial e L’Humanité. É o criador dos personagens Maurice e Patapon, um cachorro e um gato anticapitalistas, em quadrinhos homônimos, cuja compilação foi publicada em quatro tomos, de 2005 a 2009, pela editora Hoëbeke.

A Boitempo lançou Marx, Manual de Instruções, que serve como uma boa introdução ao trabalho do autor. O livro traz 60 charges de e textos de Daniel Bensaid, morto em janeiro de 2010, de quem o cartunista era amigo.

Veja algumas charges que saíram nesta edição brasileira. Crédito: Editora Boitempo.

charb2

charb3

charb4

charb5

charb6

charb7

Sem mais artigos