Chico César mescla ritmos brasileiros e africanos no novo álbum Vestido de Amor

Álbum teve contribuições de Salif Keita e Ray Lema, dois grandes nomes da música africana

Chico César por Ana Lefaux. (Divulgação).

Vestido de Amor é o novo álbum lançado pelo cantor e compositor Chico César, sendo o décimo gravado em estúdio de sua carreira. O trabalho aborda com afinco o tema do pan-africanismo e marca como o primeiro projeto do artista concebido fora do Brasil.

Chico César contou com as contribuições de Salif Keita e Ray Lema, dois grandes nomes da música africana. O resultado da reunião é uma lista de faixas que mesclam ritmos como o forró, o reggae jamaicano, a zumba zairense, o calipso, o coco e o elétrico rock urbano. 

Leia mais: Tulipa Ruiz quebra jejum e lança novo disco.

Vestido de Amor elabora uma narrativa franca e lúdica, afirmação de um mundo mestiço, que valoriza a dança, transmite mensagens de paz, fraternidade e luta. O disco foi produzido pelo franco belga Jean Lamoot e traz o mandingo kora de Sekou Kouvaté e o baixo percussivo do camaronês Etienne M’Bappé.

Leia Mais
Festival NaLata valoriza a arte urbana na cidade de São Paulo e na França