filmes_2139_Giovanni-Improtta-5
Cena do filme Giovanni Improtta, de José Wilker

O Cine PE começa esta sexta com uma programação que presta homenagem ao futebol – em tempos de Copa das Confederações e Copa do Mundo em breve, o gancho é certeiro. Mas, a mostra competitiva dá destaque ao eixo RJ-SP, mostrando a força da nova safra da região. Há também destaque para o humor nacional.

Leia Mais: Cine PE
Entrevista: Filme pernambucano faz trajeto afetivo do Rio Doce-CDU

Veja a programação completa no site

Apenas uma pernambucana compete nos longa-metragens: Adelina Pontual e seu documentário Rio Doce-CDU.

A abertura na sexta (26) traz a estreia de José Wilker na direção, com Giovanni Improtta. O filme é uma comédia sobre um contraventor que deseja subir na vida. Seu maior sonho é se tornar uma celebridade nacional, mas ele acaba chamando atenção da mídia após ser acusado injustamente de assassinato.

O filme traz no elenco, além de Wilker, os atores André Mattos, Gillray Voutinho e Andrea Beltrão. A produção tem a assinatura de Carlos Diegues e promete ser novo grande lançamento comercial nos cinemas pós-Cine PE. A mostra competitiva traz ainda Bonitinha, Mas Ordinária, de Moacyr Góes, com os atores João Miguel e Leandra Leal, que deve reunir bastante público. O documentário Orgulho de Ser Brasileiro, de Adalberto Pinto, investiga o sentimento de orgulho nacional. Já Mazzaropi também promete muito apelo popular ao contar a história do caipira mais famoso que o país já teve.

Ainda na mostra competitiva, o filme Vendo Ou Alugo, de Betse de Paula, vem com elenco veterano que tem Natália Timberg e Marieta Severo. Aos Ventos Que Virão é que chega como surpresa. Dirigido por Hermano Penna, ele fez pouca campanha até sua exibição no festival e tem um toque mais independente em uma mostra marcada por figurões.

Festival do futebol
Aproveitando a Copa das Confederações, o Cine PE faz uma homenagem ao esporte com uma mostra paralela. Três produções serão exibidas às 16h, no sábado, no Teatro Guararapes, com entrada gratuita.

Começa com Berlinball, de Anna Azevedo (RJ), sobre jogadores de Campina Grande (PB) que sonham em jogar futebol em Berlin. Depois, será exibido Mauro Shampoo – Jogador, Cabeleireiro e Homem (RJ), de Henrique Fontanelle e Leonardo Cunha Lima, sobre o ex-jogador que dá nome ao curta. Por fim, o Cine PE exibe Um Artilheiro no Meu Coração (PE), de Diego Trajano, Lucas Fitipaldi e Mellyna Reis, sobre o craque dos anos 1940, Ademir Marques de Menezes.

O Cine PE custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). As mostras competitivas de curtas e longas começam às 20h, no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, em Olinda.

Leia Mais
Mykki Blanco lança novo single Steps, em parceria com MNEK e Saul Williams