“Choro na Chuva” é o terceiro single de CinePoesia, projeto de Léa Freire que vem apresentando em singles e filmes seu novo disco solo.

Reconhecida como uma das principais flautistas brasileiras, Léa apresenta agora sua outra face musical como pianista, em disco gravado solo. “Choro na Chuva” foi composta quando chovia e havia um tamborilar num compasso incomum. Traz, como numa tempestade, os graves dos trovões que se encontram com os agudos das águas, sob uma nota mais aguda do vento.

“Água por todos os lados. Choro na Chuva tem choro, chuva, rio, trovão, piano navegante, pingos e respingos, tudo. O respingar do choro evolui para a tempestade e esta para a bonança da melodia, passando por compassos esquisitos que geram o movimento do vento, o farfalhar das árvores, no vai e vem rodamoinho que lentamente se acalma na melodia”, conta Léa sobre sua composição.

O projeto audiovisual é bem interessante e trabalha uma introspecção e atenção aos detalhes. Os videos são de Lucas Weglinski.

Leia Mais
Ave Sangria lança “Janeiro”, novo single inspirado pelo blues