O fotógrafo da capa do disco Todos Os Olhos, clássico de Tom Zé de 1973 resolveu confirmar o que todo mundo já sabia (ou suspeitava): trata-se mesmo de um cu. Chico Andrade postou em seu blog detalhes, quase quarenta anos depois, daquela sessão de fotos.

Leia Mais
Especial: O [*] revisitado: O cu bem no olho da arte

Segundo ele, a modelo foi uma prostituta, que sempre soube que o resultado seria uma capa de disco. “A moçoila que posou fazia ponto na rua e cobrou um cachê artístico, inclusive, assinando recibo e tudo mais”, diz Andrade. Até então, muitos acreditavam que a imagem era uma boca e não um ânus.

A ideia da capa é do poeta concretista Décio Pignatari, que decidiu ironizar com a censura da ditadura militar da época. O post do blog é de novembro do ano passado, mas só agora foi descoberto e recebeu atenção das redes sociais. A imagem original mostra uma das fotos, ainda sem tratamento, com um ângulo explícito da modelo.

Um dos maiores mistérios da MPB chega ao fim. (Via Jezebel)

Leia Mais
Cinemateca Brasileira reabre com filme inédito e mostra de José Mojica Marins