Com Ludmilla, Fat Family e Karol Conká no lineup, Festival BATEKOO provoca imersão na música negra e LGBTQIA+ 

A edição de estreia acontece neste sábado (10), na Neo Química Arena, zona leste de São Paulo

Ludmilla é uma das atrações principais. (Divulgação).

O primeiro BATEKOO Festival acontece neste sábado (10) e busca se consagrar como o maior evento de música proposto por e para a comunidade negra, afro-diaspórica e LGBTQIAP+ do Brasil. Com uma programação de aproximadamente 16 horas, o line-up elenca 20 atrações, entre elas, nomes como: Ludmilla, Fat Family, Karol Conká, ÀTTØØXXÁ, Kannalha e DJ Cleiton Rasta. A festa acontece na Neo Química Arena, zona leste de São Paulo.

Com o lema “A gente não quer ser assistido, a gente quer se assistir”, a festa é pensada para contemplar as particularidades do que é ser negro no Brasil através da música, resgatando história, identificação, afeto e ancestralidade. “Essa programação foi pensada para ser uma experiência ancestral tendo como referência as musicalidades periféricas que não necessariamente estão nos topos das paradas, mas que não saem da boca e das rádios de pessoas negras ao redor do país”, comentou Mauricio Sacramento, CEO, fundador e diretor criativo da BATEKOO.

A atual plataforma de entretenimento e empreendedorismo BATEKOO, ganhou notoriedade como um manifesto do movimento negro e LGBTQIA+, e foi fundada em 2014, tendo como foco jovens da periferia e de baixa renda. Hoje, é um polo de conexões entre juventudes urbanas que está investindo no nascimento deste primeiro festival contra-hegemônico.

Os ingressos estão à venda na Shotgun, a partir de R$ 120.

Serviço:

BATEKOO Festival na Neo Química Arena, 

Sábado, dia 10 de dezembro, a partir das 18h

Ingressos: de R$ 120 até R$ 240

Av. Miguel Ignácio Curi, 1270 – Artur Alvim, São Paulo – SP.

Leia Mais
Mestre Ambrósio se reúne para turnê em celebração aos 30 anos do Manguebeat