Vitória no Eurovision veio depois de petições contra da Rússia (Foto: Reprodução via PopCrawl).
Vitória no Eurovision veio depois de petições contra da Rússia (Foto: Reprodução via PopCrawl).
Vitória no Eurovision veio depois de petições contra da Rússia (Foto: Reprodução via PopCrawl).

No último sábado aconteceu a final do concurso anual de música Eurovision, o maior da Europa, no qual cada país envia um cantor representante para concorrer ao posto de superstar da música. O resultado, você já deve ter visto nas redes sociais: Conchita Wurst, a drag queen barbada da Áustria, se sagrou a grande campeã de 2014 com a música “Rise Like a Phoenix”.

Desde o começo, a participação de Conchita foi polêmica. Apesar do inquestionável talento, ela foi alvo de preconceitos durante toda a trajetória na competição. Sua vitória, com base não apenas nos votos do júri, mas com votos populares vindos de países da Europa inteira, também não foi fácil. Por um lado, milhares de manifestações a favor da cantora, que já declarou que sua vitória é um recado claro aos políticos preconceituosos europeus (inclusive o russo Putin), de que o mundo precisa ser mais tolerante. Leia mais no nosso parceiro NadaErrado.

Leia Mais
No Ar Coquetel Molotov 2022: MC Carol e a potência do funk como revide