A Associação de Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC-SP) divulgou no último sábado (27) os vencedores da 38ª edição do Troféu Angelo Agostini, um dos mais antigos do país na área de quadrinhos. Confinada, de Leandro Assis e Triscila Oliveira, foi o vencedor da categoria de melhor lançamento. A dupla levou ainda como melhor roteiro. Bianca Mól ganhou como melhor desenhista.

Por conta da pandemia da Covid-19, a associação segue reorganizando seu calendário. Por essa razão, ocorreram duas premiações em 2022: a 37ª edição, realizada em março, correspondente ao ano de 2021 (premiando obras lançadas em 2020) e esta agora, a 38ª edição, correspondente ao ano corrente (premiando obras lançadas em 2021).

Segundo a organização foram computados 7 mil votos válidos, a maior quantidade desde 2016, quando a AQC-SP passou a utilizar o sistema atual de votação, que permite a fácil verificação de votos duplicados e indevidos.

Premiados da 38ª edição do Troféu Angelo Agostini:

Lançamento: “Confinada”, de Leandro Assis e Triscila Oliveira

Lançamento independente: “Não Ligue, Isso É Coisa de Mulher!”, de Bianca Mól, Eliane Bonadio, Fabiana Signorini, Flávia Gasi, Ligia Zanella, Luiza Lemos, Mari Santtos, Nanda Alves, Renata CB Lzz e Roberta Cirne

Lançamento infantil: “Chico Bento: Verdade”, de Orlandeli

Fanzine: “Tchê” nº 45

Web quadrinho: “Téo & o Mini Mundo”, de Caetano Cury

Roteirista: Leandro Assis e Triscila Oliveira

Desenhista: Bianca Mól

Colorista: Orlandeli

Cartunista, chargista ou caricaturista: Aroeira

Prêmio Jayme Cortez: Alessandro Garcia (Ministério dos Quadrinhos)

Mestres do Quadrinho Nacional: José Marcio Nicolosi, Lilian Mitsunaga, Santiago e Sergio Macedo

Leia Mais
José Miguel Wisnik lança novo disco Vão, com participações especiais