O músico Craca apresenta a peça músico-visual “Affection Reflection”. O single se une à arte visual digital num videoclipe que retrata uma performance de cinema expandido.

Ali, música eletrônica e imagens de cristais em suspensão se somam para gerar um fluxo narrativo. No vídeo, a peça musical é executada ao vivo, assim como as imagens, tecnicamente vinculadas aos samples e loops.

A inspiração para essa linguagem, que Craca chama de “sincronismo”, vem de um documentário em película do francês Jean Painleve, chamado Liquid Crystals (1978).

“Atualmente vivemos numa sociedade regida pela imagem em cristal líquido (computadores, celulares, televisões). ‘Affection Reflection’ trata justamente dessa nossa particular relação com os cristais líquidos. Podemos dizer que estes são (ainda mais neste período de quarentena) um portal para o outro.
Vemos o outro e interagimos com o outro como se ele ali estivesse de fato”, diz Craca.

Leia Mais
“Escuta, Formosa Márcia”, de Marcello Quintanilha, vence o Prêmio Grampo 2022