A banda chilena Astro é quem melhor dialoga com as tendências do electro-rock hoje na América do Sul. Mas longe de fazer um pastiche de sonoridades já experimentadas no Hemisfério Norte, o grupo mantém um bom manejo na sua apropriação de gêneros e mostra personalidade e doses de experimentalismo neste novo Chicos De La Luz.

Gravado em Santiago do Chile e São Paulo, o trabalho traz o frescor ao pop independente latino ao unir um sabor “caribenho” e suingado aos sintetizadores. “Caribbean”, a primeira faixa de trabalho, mostra o quanto eles souberam usar a new wave a seu favor apresentando uma música dançante e de tempero acentuado. Já “Druida” revitaliza o cansado pop sonhado de nomes como Toro Y Moi para uma atmosfera indistinta, original.

O disco só ameaça naufragar quando descanba para o tradicional bate-estaca-percussivo em faixas como “Rico” e “Dimensión Suprema”. Quando aposta alto no hipnótico tropical, o álbum revela-se uma das melhores surpresas do rock eletrônico hoje.

Leia Mais
Coquetel Molotov Negócios leva programação com pitchings, oficinas e shows para o bairro do Recife