djds_092311

Dupla revigora a house music apostando na cartilha básica do gênero

[Recomendado]

Pare de procurar por um bom disco de música eletrônica este ano. Friend Of Mine traz uma atmosfera meio selvagem da house music, com zero de afetação e produção sem opulência que temos visto em lançamentos recentes do gênero.

Leia Mais
Sébastien Tellier e os clichês da brasilidade em “L’Aventura”

Apesar do nome, DJ Dodger Stadium é na verdade a dupla de produtores Jerome LOL e Samo Sound Boy. Eles são cofundadores do selo Body High, de Los Angeles. Pegando as referências básicas do house, eles fizeram um disco sem convidados, sem nomes famosos na produção, sem vocalistas para as faixas. Nem mesmo há letras no sentido mais estrito do termo. Mas há diversas boas faixas para quem curte uma música eletrônica sem firulas e com o peso como referência primordial.

É um disco clássico no que diz respeito à música eletrônica: loops infinitos, samplers de hits, baixos potentes e uma cadência que segue a rígida métrica que produtores usavam nos primórdios do gênero, no final dos anos 1990. Basta ouvir músicas como “Trouble”, que traz os velhos truques usados por produtores veteranos do EDM. Já “By Your Side”, com vocais sampleados de Alicia Keys, é um tipo de interlúdio, com um tom menos pesado. A dupla mostra um pouco mais de experimentação apenas na faixa-título “Friend Of Mine”, mas nada que atrapalhe a experiência dançante.

Mesmo sem a ousadia ou a sofisticação que a música eletrônica vem demonstrando nos últimos anos, DJ Dodger Stadium conseguiu fazer um dos melhores discos do gênero apenas reprocessando uma cartilha básico um tanto esquecida. O resultado é um disco tão revigorante que acaba servindo como um estatuto da experiência primordial do house: dançar, dançar, sem muito a se contemplar ou refletir. [Paulo Floro]

DJ-Dodger-Stadium-Friend-Of-Mine1DJ DODGER STADIUM
Friend Of Mine
[Body High, 2014]

Nota: 8,4

Leia Mais
Rosalía lança versão delux do disco de sucesso Motomami