Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

Manic Street Preachers traduz tensões da Europa em novo disco

O Manic Street Preachers até que ensaiou uma reinvenção neste ano, mas seu novo disco é tudo aquilo que sempre esperamos do grupo galês: indie rock inglês com algumas novidades pontuais, pescadas de diversos movimentos musicais europeus. Em Futurology, o grupo faz o seu mais bombástico e dançante trabalho, sem deixar a grandiloquência de lado.

Esse exagero nas intenções do Manic está presente desde a estreia Generations Terrorists. Em Futurology, eles tentam transmitir o sentimento europeu de incertezas econômicas e sociais e tensões causadas por conflito. Para isso, o grupo usou faixas como “Let’s Go To War”, com uma levada de marcha militar e “Europa Geht Durch Mich”, com participação da alemã Nina Hoss.

É um disco de pretensões altas, mas que pode ser ouvido sem muita expectativas. Apesar de falharem em trazer novidades à sonoridade que sempre trabalharam, ainda assim é um dos melhores álbuns na prolífica carreira da banda. [Paulo Floro]

Manic_Street_Preachers_FuturologyMANIC STREET PREACHERS
Futurology
[Columbia, 2014]

Nota: 7,0

Leia Mais
Cantora Isadora Melo lança o novo álbum Anagrama