Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

Coletânea de HQs femininas e feministas revela talento de quadrinistas

O mais interessante no projeto Zine XXX não é fato de revelar o talento de dezenas de quadrinistas brasileiras. Mas sim de ser um dos raríssimos casos de quadrinhos feministas – incomum no Brasil e no mundo. Organizado por Beatriz Lopes, do Coletivo Libre, o fanzine consiste em cinco livrinhos de 24 páginas cada, embalados de maneira artesanal de forma bem delicada.

Leia Mais
Leitores machistas e homofóbicos, parem de ler HQs

Todas as histórias são feitas exclusivamente por mulheres. A HQ serve para potencializar ainda mais o debate no meio atual do papel das mulheres nos quadrinhos – e de sua representação nas histórias. Sites como o Lady’s Comics e nomes como a quadrinista Ana Luiza Koehler têm levantado questões importantes sobre um dos gêneros ainda muito machistas. Aqui na Revista O Grito!, a colunista Dandara Palankof tem trazido análises do mercado atual de HQs sob um olhar feminino.

Voltando ao Zine XXX, a série de livros revela talentos que tiveram pouca ou quase nenhuma visibilidade até aqui. As histórias também mostram versatilidade narrativa e no traço. Há humor, experimentalismo estético, poesias e até tiras meio punk, remontando aos momentos mais aguerridos do feminismo. Os temas também têm um escopo largo: relacionamentos, corpo, maternidade, além das pressões de ser mulher neste século.

Algumas HQs mereciam ganhar uma segunda vida, com narrativa mais longa, de tão boas. É o caso de “Dani”, de Samanta Floor, que fala de uma menina que se vê em dúvida com sua identidade de gênero, mas acaba se descobrindo. Nem todas as histórias possuem a mesma qualidade, dando um tom heterogêneo à coletânea. Mas isso tem importância pequena dentro da boa proposta do Zine XXX.

O projeto foi viabilizado através de financiamento coletivo no Catarse e está à venda no Facebook. [Paulo Floro]

zinexxx_capaZINE XXX
De Várias Autoras
[Independente, cinco HQs de 24 págs cada, R$ 30 / 2013]

Nota: 8,0

zinexxx2

zinexxx

zinexxx4

Leia Mais
Crítica: “Monstros” é uma experiência ímpar nos quadrinhos