O filme , coprodução d’O Grito! e O Surto & Deslumbramento e dirigido pelo nosso editor integra a seleção dos filmes que vão integrar o Rio Festival de Gênero & Sexualidade no Cinema (). O evento chega ao nono ano levando 12 filmes LGBTI+ de ficção, documentário e animação, em longa e curta-metragem. Seguindo todos os protocolos de segurança atuais, o ocorrerá no dia 11 de agosto de 2020 às 17h30, 20h e 22h no Drive-in das Artes, que fica na Cidade das Artes – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

A programação apresentará filmes brasileiros e internacionais da Espanha, EUA, França e Holanda serão exibidos em dois programas de curtas do festival: Curtas LGBTQI+ 1 e Curtas LGBTQI+ 2.

Um dos destaques desta edição do evento é Piu Piu, como era conhecido o ator, cenógrafo e figurinista Elpídio Lima foi, talvez, um dos primeiros transformistas do Recife. Nos anos 1950 e 1960, ele atuou na Companhia Barreto Junior, nos palcos dos teatros Almare e Marrocos, onde imitava as cantoras e atrizes Sarita Montiel e Carmem Miranda. Foi também um dos criadores da Companhia Tra-la-lá, de teatro rebolado.

“Descobri a existência de Piu Piu a partir de uma matéria publicada, em fevereiro de 1986, no caderno Viver, do Diario de Pernambuco, de autoria da jornalista Leda Rivas. Nela, Elpidio Lima, já com 65 anos, aposentado e vivendo de maneira modesta como costureiro numa pensão na Rua da Glória, contava, em entrevista, um pouco de sua vida nos palcos iniciada ainda muito jovem, com apenas oito anos de idade, num internato em São José da Laje, Alagoas”, conta Figueirôa.

Piu Piu segue também o caminho de outros trabalhos audiovisuais que Figueirôa tem realizado – Eternamente Elza (2013) e Kibe Lanches (2017) – no sentido de trazer aos dias de hoje, personagens que, bem antes das conquistas dos movimentos LGBTI+, assumiram de alguma forma, uma atitude pioneira e libertária, diante da forte discriminação e opressão aos homossexuais.

Já o francês Les Saints de Kiko mostra Kiko, uma ilustradora japonesa, que fica dominada por uma estranha inspiração, espionar um casal gay na praia que a levará para um encontro que mudará sua vida e quebrará suas regras sociais. A animação Carne co-produzida por Brasil e Espanha, narra histórias íntimas e pessoais de cinco mulheres que compartilham suas experiências em relação ao corpo, desde a infância até a velhice.

A venda dos ingressos acontece somente online.

Confira o trailer de Piu Piu:

PROGRAMAÇÃO

SESSÃO DE 17H30 – CURTAS LGBTQI+ 1
Duração total da sessão: 1h 40min
Filmes: Father Figure (Holanda); Vinde Como Estais (Brasil); Dudillas (Espanha); Bonde (Brasil); Carne (Brasil e Espanha); As Rendas de Dinho (Brasil).

SESSÃO DE 20H – CURTAS LGBTQI+ 2
Duração total da sessão: 1h 38min
Filmes: Les Saints de Kiko (França); Piu Piu (Brasil); Eat the Rainbow (EUA); Minha História é Outra (Brasil); Ruth (Brasil).

SESSÃO DE 22H – LONGA “RAINHA DA LAPA”
Duração total da sessão: 1h 13min
Filme: Rainha da Lapa (Brasil e EUA)
Classificação indicativa: Não recomendado para menopres de 18 anos.

SERVIÇO

RIO FESTIVAL DE GÊNERO & SEXUALIDADE NO CINEMA 2020
Data: 11 de agosto de 2020, terça-feira;
Horário das Sessões: 17h30, 20h e 22h;
Local: Drive-in das Artes (Cidade das Artes – Av. das Américas 5300, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro);
Preço do ingresso: R$ 80,00 (para 1 carro);
Link direto de venda dos ingressos:
Sessão de 17h30 – https://bit.ly/2CN1L0y
Sessão de 20h – https://bit.ly/2BaAFzZ
Sessão de 22h – https://bit.ly/3fKuLoj

Leia Mais
Mulheres Atrás das Câmeras, livro de Luiza Lusvarghi sobre cineastas brasileiras, está indicado ao Prêmio Jabuti