Desenho da série "Bichos Escrotos", de Felipe Vaz.
Desenho da série “Bichos Escrotos”, de Felipe Vaz.

O coletivo Do Inferno, de Brasília, abre exposição n’A Casa do Cachorro, em Olinda (PE). A abertura será no sábado (9), a partir das 18h com o DJ Igor Capozzoli, da banda Desalma.

A mostra apresenta ilustrações de Felipe Vaz, baseados na obra O Livro do Demônios, de Antônio Augusto Fagundes Filho, além da capa do EP da banda Desalma e uma série intitulada “Bichos Escrotos”. São 27 quadros em nanquim 6 lambe-lambes gigantes e um wallpainting. Criados nas técnicas de pontilhismo, hachura e lineart.

Felipe Vaz busca inspiração no profano e na iconoclastia e, por meio do coletivo Do Inferno, leva à sociedade uma reflexão sobre a fuga da racionalidade. “Do império romano ao Estado islâmico, as religiões abraâmicas foram os grandes propagadores do ódio durante a história. A ignorância e o medo promoveram a segregação, fome, poluição, pobreza, tortura e corrupção, e inúmeras injustiças cometidas contra a raça humana, todas justificadas em seu tempo pela “fé divina””, explica Vaz. “O orgulho, a inveja, a ira, a cobiça e a avareza são facetas humanas, não existem entidades sobrenaturais controlando o universo e nossas atitudes. Nós somos os deuses e também somos os demonios”, afirma.

O designer Felipe Vaz. (Divulgação).
O designer Felipe Vaz. (Divulgação).

O Coletivo Inferno já participou de exposições coletivas CrowdArt de Quem Faz, na galeria Reserva +, Globo menos 30 na Pinacoteca do Estado de São Paulo, Pilhagem#3, nA Casa do Cachorro Preto e já ilustrou o relatório social 2012 da Fundação Banco do Brasil.

Esta exposição foi viabilizada por meio do Catarse. A Casa do Cachorro Preto fica na Rua 13 de maio, 99 – Cidade Alta, em Olinda.

dofinfa_convite 03

Leia Mais
2º Salão de Beleza celebra potências e ausências da arte plástica pernambucana