Cena de O Som Ao Redor: Pernambuco tem 16 indicações este ano. (Divulgação)
Filme pode representar o Brasil na briga pelo primeiro Oscar para o país (Divulgação)
Filme pode representar o Brasil na briga pelo primeiro Oscar para o país (Divulgação)

Um dos maiores sucessos do cinema brasileiro este ano, o filme pernambucano O Som Ao Redor retorna aos cinemas do Recife nesta sexta (27). Esta reestreia acontece depois da indicação para concorrer a uma vaga no Oscar de filme estrangeiro do ano que vem. A estreia comercial aconteceu em janeiro.

Dirigido por Kléber Mendonça Filho, o longa mostra o cotidiano de moradores em uma rua de Setúbal, Zona Sul do Recife. A aparente calmaria do local começa a revelar seus defeitos com a chegada de uma milícia particular de segurança ao bairro. O filme venceu diversos prêmios no Brasil e exterior (mais de 40!) e recebeu elogios de veículos estrangeiros como o New York Times.

Além de festivais, o filme vem circulando bastante. Estreou nos EUA, América Latina e alguns países da Europa. Este mês estreia na França com o sugestivo nome de Les bruits de Recife (O Som do Recife).

Maeve Jinkins em cena de O Som Ao Redor (Divulgação)
Maeve Jinkins em cena de O Som Ao Redor (Divulgação)

Na TV paga e Blu-Ray
Além do retorno aos cinemas, O Som Ao Redor estreia na TV por assinatura. O canal MAX exibe o filme no próximo dia 12 de outubro. A rede HBO adquiriu os direitos de exibição este ano e deve levar o longa para os outros países onde atua.

Em outubro chega às lojas o Blu-Ray de O Som Ao Redor, com extras como cenas cortadas, bastidores, trailers e as andanças da equipe por alguns festivais. Traz ainda curtas que revelaram Kléber Mendonça Filho, como Recife Frio, Vinil Verde e Eletrodoméstica. O Som Ao Redor também está à venda pelo iTunes.

Capa do Blu-Ray de O Som Ao Redor (Divulgação)
Capa do Blu-Ray de O Som Ao Redor (Divulgação)

Veja o trailer:

Leia Mais
Longa brasileiro Sinfonia de Um Homem Comum é convidado para o Festival Internacional de Documentários de Amsterdã