Ainda que não seja o melhor trabalho de nenhum dos dois músicos, Oasis, é um álbum repleto de bons momentos

Disco de e é uma declaração de forças
NOTA7.5

O primeiro disco da colaboração de dois nomes peso-pesado da música latina hoje, o colombiano J Balvin e o porto-riquenho Bad Bunny, o disco Oasis é uma declaração de forças. É a confirmação da relevância que o reggeaton alcançou na indústria pop mainstream hoje.

Não a toa, o disco se tornou o primeiro registro latino-americano a entrar com todas as faixas na lista Global 100 do Spotify e a estrear em primeiro lugar nas paradas da Apple em mais de 20 países. Bem curto, com apenas oito músicas, o álbum tem o impacto potencializado com faixas que nunca baixam o tom, com beats pesados e dançantes do início ao fim.

Leia mais críticas de novos discos aqui na Revista O Grito!
Novos Sons: mais lançamentos, playlists, clipes e novidades musicais

Ainda que não seja o melhor trabalho de nenhum dos dois músicos, Oasis, é um álbum repleto de bons momentos, a exemplo de “Que Pretendes”, a declaração de amor à América Latina, “Yo Lle Llego” e “Como Un Bebé”, que tem participação do ídolo nigeriano do afropop Mr Eazi.

J BALVIN E BAD BUNNY 
Oasis
[Universal, 2019]
Sem mais artigos