Depois de fazer sucesso com o curta Eu Não Quero Voltar Sozinho, de 2010, o paulistano Daniel Ribeiro estreia no Festival de Berlim , que passa nesta segunda (10) fora de competição. O longa fala da história de amor entre um adolescente cego e um garoto novato na escola.

O mais interessante do filme – e do curta – é o modo como Ribeiro conseguiu encontrar um viés ainda pouco explorado das histórias de relacionamentos gays no cinema. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho passa dentro da mostra Panorama, fora de competição. Mas essa não é a primeira vez de Ribeiro no festival. Muito menos a primeira vez em que ganha atenção com um trabalho que aborda facetas do universo LGBT nas telas.

Em 2008 ele foi o vencedor do Urso de Cristal de melhor curta na mostra Generation 14Plus, para cineastas acima de 14 anos, com Café Com Leite.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho ganhou primeiro trailer nessa segunda (10). Estrelado por Guilherme Lobo e Fabio Audi, o filme estreia em circuito comercial no dia 28 de março.

Veja o trailer:

Brasileiros

E tem mais brasileiros em Berlim este ano. O festival ainda recebe A Praia do Futuro, de Karim Aïnouz, que estará na mostra competitiva. Estrelado por Wagner Moura e Jesuíta Barbosa, o longa mostra a busca de um jovem por seu irmão mais velho, um salva-vidas que abandonou tudo e foi para Berlin após salvar a vida de um alemão.

O Homem das Multidões, de Cao Hamburguer e Marcelo Gomes também estará na mostra Panorama.

Praia do Futuro faz a ponte Brasil-Alemanha (Foto: Divulgação/California Filmes)

Praia do Futuro faz a ponte Brasil-Alemanha (Foto: Divulgação/California Filmes)

Leia Mais
Entrevista com Daniel Ribeiro, em 2008

Sem mais artigos