Duo Cidade Dormitório vem com rock melancólico no novo disco RUÍNA

Disco versa sobre a cibertecnologia e a modernidade

Foto: Bruna Noveli. (Divulgação).

O duo experimental e psicodélico Cidade Dormitório lançou o segundo álbum de estúdio da carreira RUÍNA ou O começo me distrai, versando sobre clausura, cibertecnologia e baixo glamour técnico. Com dez faixas, o disco exprime uma post rock melancólico e suavemente lo-fi, com uma estética mais complexa dos arranjos e melodias mais espontâneas.

Formada por Yves Deluc (guitarra e voz) e Fábio Aricawa (bateria e voz), a dupla, começou a trabalhar no disco em 2020, em meio a pandemia. O lançamento tem produção musical assinada por Frank Cassino (aka lllucas) e Carlos Bechet (aka BECHET) e co-produção, mais arranjos criados por Yves e Fábio.

“Temáticas que já versavam sobre distâncias, causos do cotidiano e experimentalismos de baixo glamour técnico tomam agora um contraste que estende ainda mais as geografias possíveis. Cibertecnologia e a modernidade são algumas das coisas que perpassam pelo disco”, comentou Yves.

A Cidade Dormitório foi atração do No Ar Coquetel Molotov deste ano, promovendo a estreia da turnê de lançamento de RUÍNA na ocasião.

Confira o clipe-single “Aribé”:

Leia Mais
HQ Mix divulga lista de vencedores com Ragu, Marcello Quintanilha e Brega Story