Emicida e Criolo regravam clássicos de Paulinho da Viola em homenagem aos 80 anos do sambista

Criolo apresenta sua versão de "Argumento" e Emicida canta "Não quero vingança"

Emicida e Criolo gravaram as faixas pelo projeto Atemporais, do Spotify. (Foto: Divulgação).

Em homenagem a Paulinho da Viola, que comemora aniversário neste sábado (12), Criolo e Emicida reinterpretam duas canções da discografia do artista. Enquanto Criolo apresenta sua versão de “Argumento“, Emicida canta “Não quero vingança“.

Lançados nesta quarta (9), as faixas foram gravadas pelo Atemporais, projeto musical inédito e original do Spotify cujo intuito é homenagear quatro ícones da Música Popular Brasileira que completam 80 anos neste ano. São eles: Paulinho da Viola, Caetano Veloso, Milton Nascimento e Gilberto Gil

“Ter contato com a obra do Paulinho da Viola é abrir as portas do coração para a arte e para o samba, assim como para uma expressão maior da nossa linguagem”, resume Criolo que, além de seus músicos acompanhantes, gravou a faixa com as Clarianas, grupo musical formado pelas cantoras e atrizes Martinha Soares, Naloana Lima e Naruna Costa.

“Não quero vingança tem uma mensagem muito bonita de superação, de transcender alguém que te magoou, quem te machucou, de ir além disso. E acho que isso também conversa com o hoje de alguma forma, essa coisa de você ser maior do que o que feriu você, você não se transformar no que machucou você”, explica Emicida, que trouxe os Prettos, a dupla de samba Magnu Sousá e Maurílio de Oliveira, que também co-produziu a faixa.

Entre as regravações de Atemporais, estão “Você Não Entende Nada” e “Da Maior Importância“, canções de Caetano Veloso, interpretadas por Mari Fernandez e Marina Sena, respectivamente. Também já foram lançados os singlesMaria, Maria“, na voz de Ludmilla, e “Travessia“, na versão gravada por Djonga, para celebrar o aniversário de Milton Nascimento. Por fim, “Back in Bahia” e “Babá Alapalá“, composições de Gilberto Gil interpretadas por Pabllo Vittar e Linn da Quebrada, respectivamente, serão apresentadas no dia 16 de novembro, no encerramento do projeto.

Leia Mais
Funmilayo Afrobeat Orquestra estreia com disco que prestigia as mulheres negras brasileiras