A série Faça Uma Playlist traz contos inspirados em clássicos musicais de diferentes gêneros, épocas e estilos. Os textos são assinados por Ismael Machado, roteirista e escritor paraense, radicado no Rio de Janeiro, autor do livro Sujando os Sapatos – O Caminho Diário da Reportagem, entre outros. As artes são de Igor Alves, ilustrador e DJ paraense, atualmente residente em Portugal.

Desde a primeira vez em que assistiram juntas ao filme Mais e Melhores Blues, de Spike Lee, decidiram: “Mo Better Blues” seria a música delas. Só delas. Afinal, naquela noite, entraram no cinema amigas e saíram da sessão namoradas. Deram-se as mãos justo na cena em que Denzel Washington toca a música no filme e ao final sentencia ‘the blues’.

Quando, um ano depois, decidiram que queriam ter uma cria para chamar de sua, elas optaram por uma inseminação artificial. A mais jovem entre as duas foi a escolha quase natural para os nove meses de gestação.

Passavam algumas horas do dia, colocando fones de ouvido na barriga da grávida de primeira viagem. Sons calmos, new age, pianos, flautas. Eram duas mulheres com hábitos místicos e vegetarianos.

Às vezes pensavam ser coincidência, em outras, coisas da magia da vida, mas sempre que Mo Better Blues entrava na seleção musical, parecia que a barriga se mexia, pequenos solavancos que deixavam as mães emocionadas e plenas.

Quando contavam sobre o nascimento, um parto natural repleto de água, óleos, essências e carinho, elas sempre repetiam, podiam jurar, que viram um sorriso nos lábios do bebê quando “Mo Better Blues” preencheu o aposento que recebia uma nova vida.

Leia mais da série:

Leia Mais
Novos Sons: Quarteto gaúcho OBSP lança primeiro single do disco de estreia, “Tornado”