Felipe Parra mostra sua rádio afetiva em disco que reverencia a música pop brasileira

Ao longo de 11 canções, o músico costura referências de sua infância na Zona Leste de São Paulo

O músico e compositor paulistano Felipe Parra revela seu álbum de estreia, Estrela, após uma série de singles e um EP totalmente autorais lançados em 2021. Ao longo de 11 canções, o músico costura referências de sua infância na Zona Leste de São Paulo. O trabalho conta com produção de Pedro Vituri, Habacuque Lima, Zá Coelho e do próprio Felipe Parra, além da participação de Jadiel Oliveira (Banda Black Rio), Daniel Quirino (Racionais MC’s), Érica Silva (Mulamba), Weslei Rodrigo, Matheus Marinho (Banda Mantiqueira) e Rodrigo Tuchê (Rashid, Criolo).

Estrela é um projeto autoral de música pop puramente brasileira, que costura a infância do artista na Zona Leste de São Paulo, a cultura das ruas da cidade, as bandinhas de música romântica tocando ao vivo nos restaurantes que Felipe frequentava com os avós aos domingos. Pelas lembranças do músico, o som que vinha das casas dos vizinhos num bairro periférico da capital paulista tocava de Roberto Carlos a Racionais MC’s, Fundo de Quintal, Tim Maia, Só Pra Contrariar. Desde a infância, Parra foi absorvendo uma mistura de referências que hoje aparecem em seu trabalho autoral.

Foto: Wanzza Vieira.

O disco transita por diversas sonoridades da música popular brasileira – do clima dos bailinhos ao pop de décadas passadas, ao samba e ao indie. A ideia do artista foi criar uma espécie de rádio afetiva a partir de diferentes vertentes da música brasileira.

Parra planeja o show deste disco em formato dança e uma turnê nacional. Estrela está disponível em todas as plataformas digitais.

Leia Mais
Cantora Alice Caymmi apresenta show Imaculada no Seis e Meia no Parque