maia

“Literatura, substantivo feminino” é o mote da Feira Nordestina do Livro, a , que começa nesse sábado (8) e vai até dia 12 de outubro no Centro de Convenções, em Olinda. A proposta é debater a produção e olhar da mulher sobre a contemporaneidade.

Organizado pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e a Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros (Andelivros), o evento homenageia as autoras pernambucanas Luzilá Gonçalves Ferreira e Celina Holanda, que terão obras lançadas pela Cepe e serão tema de mesa-redonda dedicada a desvendar suas obras e carreiras. A missão de apresentar as homenageadas está a cargo de Evaldo Costa e do escritor Lourival Holanda. “As autoras convidadas chamam a atenção pelo que dizem, pelo que escrevem e pelo que vivem. Tivemos o cuidado de garantir que o público terá acesso a todas as tendências e não ficará indiferente a nada do que for apresentado”, disse o curador Evaldo Costa.

A lista de convidadas inclui nomes consagrados e novos. Autoras como , e Ana Maria Gonçalves compõem a programação ao lado da best-seller infantojuvenil Paula Pimenta e da youtuber Babi Dewet.

Foram escaladas ainda, entre outras, Débora Ferraz, FML Peper, Sônia Rodrigues e a gaúcha , que travará um papo animado sobre literatura e feminismo ao lado de duas das autoras do blog Ativismo de Sofá. “[A Fenelivro] é o local ideal para que escritores dialoguem com leitores. Nessa edição, estamos colocando as mulheres no centro da cena cultural. Na programação principal, por exemplo, só convidamos mulheres”, comenta Evaldo Costa.

Além da programação principal, a Fenelivro contará com uma programação paralela e uma maratona de lançamentos só com autores locais. Neste segundo pilar, um dos destaques é Inez Cabral, que lança a coletânea de poemas do pai, João Cabral de Melo Neto, comentados por ela. O tema é um só: as viagens e descobertas culturais que marcaram a poesia do autor nos seus 50 anos exercendo a carreira de diplomata.

A Fenelivro oferecerá ainda quatro oficinas gratuitas: Eu, Repórter: a elaboração da notícia pelo cidadão (com Sheila Borges e Diogo Gouveia); Narrativa Visual – Caminhos da Leitura (com Luciano Pontes); Oficina de Criação Literária (Raimundo Carrero) e Cartonera (com David Henrique).

A visitação da Fenelivro é de 9h às 21h, com entrada gratuita.

Sem mais artigos