Cena do filme Sethico, de Wagner Montenegro/Divulgação

O Festival de Cinema de Vitória é um dos mais tradicionais eventos cinematográficos do país e, em sua 29ª edição, 76 produções de curtas e longas metragens foram selecionadas para participar das mostras competitivas do evento, que acontecem entre os dias 19 e 24 de setembro.

As obras selecionadas discutem uma abrangência de temas, mas que possuem em comum a grande relevância que possuem para a sociedade atual, trazendo diálogos necessários e criando no cinema nacional, uma forma atualizada de produzir filmes de acordo com as mudanças do mundo.

Entre os selecionados para a competição estão os filmes Filhos da Noite, de Henrique Arruda, Tudo Que Eu Podia Fazer Era Chorar, de Dandara de Morais, Queda de Lia Leticia e Sethico, de Wagner Montenegro, que são produções de pernambucanos.

Cena do filme “O que os Machos Querem”/Divulgação

“A curadoria tem um olhar cuidadoso sobre os diversos gêneros da produção cinematográfica brasileira contemporânea, com filmes que apresentam o potencial criativo dos nossos realizadores. É sempre um desafio e, ao mesmo tempo, um imenso prazer, dar visibilidade para tantos curtas e longas-metragens”, afirmou a diretora do Festival, Lucia Caus.

Confira a lista completa dos selecionados:

Mostra Competitiva Nacional de Longas

A Mãe (Cristiano Burlan, FIC, 93’, SP)

Germino Pétalas no Asfalto (Coraci Ruiz e Júlio Matos, DOC, 79’, SP)

Ursa (William de Oliveira, FIC, 70’, PR)

A Mãe de Todas as Lutas (Susanna Lira, DOC, 84’, MG/PA)

Capitão Astúcia (Filipe Gontijo, FIC, 90’, DF)

Mostra Competitiva Nacional de Curtas

O Dendê do Mestre Didi (Beth Formaggini, DOC, 5’, RJ)

Manhã de Domingo (Bruno Ribeiro, FIC, 25’, RJ)

Sideral (Carlos Segundo, FIC, 15’, RN)

Infantaria (Laís Santos Araújo, FIC, 23’, AL)

Andrômeda (Lucas Gesser, FIC, 14, DF)

Lua de Sangue (Mirela Morgante e Gustavo Senna, FIC, 19’, ES)

Madrugada (Leonardo da Rosa, Gianluca Cozza, DOC, 19’, RS)

SOLMATALUA (Rodrigo Ribeiro-Andrade, DOC 15’, SP)

Hospital de Brinquedos (Georgina Castro, FIC, 13’, CE)

Como Respirar Fora D’água (Júlia Fávero e Victoria Negreiros, FIC, 16’, SP)

Orixás Center (Mayara Ferrão, EXP, 13’, BA)

Fantasma Neon (Leonardo Martinelli, FIC, 20’, RJ)

Transviar (Maíra Tristão, DOC, 13’, ES)

Sem Título #8 : Vai Sobreviver (Carlos Adriano, EXP, 12’, SP)

Calunga Maior (Thiago Costa, FIC, 19’, PB)

Uma Paciência Selvagem me Trouxe até Aqui (Érica Sarmet, FIC, 25’, RJ)

Cena do filme SOLMATALUA/Divulgação

Mostra Quatro Estações

Tenho Receio de Teorias que não Dançam (Gau Saraiva, EXP, 4’, BA)

Na Estrada Sem Fim Há Lampejos de Esplendor (Liv Costa e Sunny Maia, FIC, 11’,CE)

Filhos da Noite (Henrique Arruda, DOC, 16’, PE)

Hortelã (Thiago Furtado, FIC, 14’, PI)

Não Somos Mais o Que Éramos (Patrícia Sá, FIC, 20’, SP)

Mostra Foco Capixaba

Marés (Thais Helena Leite, DOC, 14’, ES)

Kikazaru (Matheus Cabral, EXP, 3’, ES)

Latasha (Alex Buck, FIC, 23’, ES)

Noites em Pandemia (Ricardo Sá, DOC, 8’, ES)

Makumba (Emerson Evêncio, FIC, 24’, ES)

Mostra Corsária

Sonho de Pedra ou Corpos que se Desprendem da Terra (Thabata Ewara e Nay Mendl, EXP, 12’, SP)

Nunca Pare na Pista (Thamires Vieira, FIC, 19’, BA)

Tekoha (Carlos Adriano, EXP, 13’, SP)

Boa Sorte e Até Breve (Bruna Schelb Corrêa, FIC, 09’, MG)

Espaços Perecíveis de Liberdade (Boituva) (Castiel Vitorino Brasileiro, DOC, 12’, SP)

Fragmentos Pandêmicos (Aline Dias, Marcus Neves e GEXS, EXP, 15’, ES)

Cena do filme Sonho de Pedra ou Corpos que se Desprendem da Terra/Divulgação

Mostra Outros Olhares

Angu Recheado de Senzala (Stanley Albano, DOC, 19’, MG)

Elusão (Taís Augusto, FIC, 22, CE)

Casa Torácica (Caio Curvello, DOC, 12’, ES)

Apocalíptico Futuro Poeticamente Primitivo (Leandro Lopes, FIC, 22’, MG)

Quando as Paredes Falam (Edson Ferreira, DOC, 10’, ES)

Possa Poder (Victor Di Marco e Márcio Picoli, FIC, 19’, RS)

O Plantonista do Dia (Allan Ribeiro, DOC, 17’, RJ)

Tudo Que Eu Podia Fazer Era Chorar (Dandara de Morais, EXP, 4’, PE)

Queda (Lia Leticia, EXP, 5’, PE)

Imã de Geladeira (Carolen Menses e Sidjonathas Araújo, FIC, 19’, SE)

Mostra Mulheres no Cinema

Mórula (Cristal Obelar e Gabriela Cunha, DOC, 10’, RS)

Chão de Fábrica (Nina Kopko, FIC, 24’, SP)

Medusa inConSerto (Bruna Lessa, FIC, 20’, SP)

Namidá (Renata Jesion, FIC, 9’, SP)

Two Girls With a Movie Camera (Slumber Party) (Victoria Brasil e Thamyris Escardoa, DOC, 7’, ES)

Cena do filme Medusa inConSerto/Divulgação

Mostra Cinema e Negritude

Nunca Pensei Que Seria Assim (Meibe Rodrigues, FIC, 10’, MG)

O Ovo (Rayane Teles, FIC, 23’, BA)

Serrão (Marcelo Lin, FIC, 18’, MG)

Kung Fu Allef (Gabriel Pinheiro, FIC, 8’, DF)

Sethico (Wagner Montenegro, EXP, 14’, PE)

Mostra Nacional de Videoclipes

Kolapso – Artista: Monkey Jhayam, Enme, Terra Treme – 4′ – 2021 – SP – Direção: Lazaro, Jessica Lauane

The End – Artista: Electro Womangroove – 5’ – 2021 – PB – Direção: Helena Lima

Flecha – Artista: Laialex – 5′ – 2021 – SP – Direção: Marcelo Engster

Chorar – Artista: Karola Nunes feat. Pacha Ana e Curumin – 5’ – 2021 – MT – Direção: Juliana Segóvia

Tudo Eu – Artista: Amiri – 6’ – 2022 – SP – Direção: Elirone Rosa, Fernando Sá, Ione Maria

Maya – Artista: Tagore – 4′ – 2021 – RS – Direção: Fabrício Koltermann

A Dona do Fuxico – Artista: Alexandra Nícolas – 5′ – 2021 – São José de Ribamar – MA – Direção: Thais Lima

Arritmia – Artista: Capela – 3′ – 2021 – SP – Direção: Aksa Lima

Sou Negro – Artista: Monique Rocha – 5′ – 2022 – ES – Direção: Cintia Braga

Vestida Ou Nua – Artista: Clara x Sofia – 7′ – 2021 – SP – Direção: Gabriela Moura

Oyá Ê – Artista: Naná Martins – 5′ – 2021 – AL – Direção: Anderson Barbosa

Mostra Nacional de Cinema Ambiental

Cavalo Marinho (Gustavo Serrate Maia, DOC, 25′, DF)

Quanto Vale a Vida no Mangue? (Lucas Oliveira, DOC, 23′,SP)

Futuros Amantes (Jessika Goulart, FIC, 15′, RJ)

Mostra Do Outro Lado — Cinema Fantástico

Cósmico (Kapel Furman, FIC, 15’, SP)

Yubitsume (Raphael Araújo, FIC, 5’, ES)

O Que os Machos Querem (Ana Dinniz, FIC, 9’, PB)

AzulScuro (Evandro Caixeta e João Gilberto Lara, FIC, 15’, MG)

Colares, talvez (Sandro Vilanova, FIC, 25’, DF)

Cena do filme Colares, talvez/Divulgação
Leia Mais
Grammy 2023: Beyoncé se torna a artista mais indicada da história. Veja lista completa dos indicados