As Irmãs Quispe, de Sebastian Sepúlveda, que passou em Veneza. (Divulgação).
Cena de Hotel Nueva Isla, um dos filmes mais aclamados a sair de Cuba nos últimos anos. (Divulgação).
Cena de Hotel Nueva Isla, um dos filmes mais aclamados a sair de Cuba nos últimos anos. (Divulgação).

O Festival de Cinema Latino-Americano de SP divulgou a programação de sua 9ª edição, que acontece de 24 a 30 de julho, em nove salas. No total, são 114 filmes, representando 16 países da América Latina e do Caribe, tudo com entrada gratuita. O homenageado deste ano é cineasta e produtor argentino Pablo Trapero. Também serão lembrados atriz e produtora Martina Gusmán, o diretor Silvio Tendler e a atriz brasileira Leandra Leal.

Na programação estão obras exibidas nos principais festivais deste ano, como o argentino Refugiado, de Diego Lerman; O Chaveiro”, da argentina Natalia Smirnoff, que estreou em Sundance; o chileno As Irmãs Quispe, de Sebastian Sepúlveda, que passou em Veneza; Os Insólitos Peixes-Gato, da mexicana Claudia Sainte-Luce), exibido em Rocarno e o cubano Hotel Nueva Isla, de Irene Gutierrez e Javier Labrador, e Réimon, do argentino Rodrigo Moreno, ambos apresentados em Roterdã.

As Irmãs Quispe, de Sebastian Sepúlveda, que passou em Veneza. (Divulgação).
As Irmãs Quispe, de Sebastian Sepúlveda, que passou em Veneza. (Divulgação).

Entre os filmes inéditos programados estão o cubano Vende-se, de Jorge Perugorría, o mexicano Rezeta, de Fernando Frías de la Parra, o chileno Matar a Um Homem, de Alejandro Fernández Almendra, o uruguaio O Militante de Manolo Nieto, o paraguaio A Leitura de Justino, de Arnaldo André, o equatoriano A Morte de Jaime Roldós, de Manolo Sarmiento e Lisandra I, o boliviano Conto Sem Fadas, de Sergio Briones, o peruano Planta Madre, de Gianfranco Quattrini, e o colombiano Terra Sobre a Língua, de Rubén Mendonza.

Música

Uma inédita mostra, intitulada Docs Musicais América Latina, reúne documentários dedicados a importantes artistas da música da América Latina, além de encontros, debates, Mostra de Escolas de Cinema Ciba-Cilect, oficinas, o seminário Nuevas Ventanas (que discute as novas possibilidades de circulação dos filmes na era digital e conectada), debates e encontros. Estão previstas presenças de 40 convidados, do Brasil e do exterior. Programação completa no site.

Leia Mais
Oficina de produção de documentários chega ao Recife