Somewhere venceu o Grande Prêmio do Animage. (Divulgação).

Somewhere venceu o Grande Prêmio do . (Divulgação).

O Animage divulgou os premiados de sua sexta edição, que terminou nesse domingo (28). As melhores produções foram escolhidos por meio de um júri de especialistas que incluiu o brasileiro Alê Abreu, diretor do longa O Menino e o Mundo, a artista portuguesa Regina Pessoa e o canadense Chris Robinson, diretor artístico e curador do Festival Internacional de Animação de Ottawa. O grande vencedor desta edição foi o curta Somewhere, que ganhou os prêmios de Melhor Direção e Grande Prêmio Animage de Melhor Filme.

Leia Mais
Cobertura: Tudo o que publicamos sobre o Animage deste ano

Dirigido pelo canadense radicado em Londres, , o curta em estilo minimalista apresenta um astronauta em conflito que ao decolar para outro mundo, deixou parte de si mesmo em casa. Também abordando uma viagem ao espaço está o curta We Can’t Live Without Cosmos, do russo Konstantin Bronzit, premiado por Melhor Roteiro e Melhor Curta na Escolha do Público.

O produtor Antonio Gutierrez e a curadora Nara Normande. (Foto: Tiago Calazans/Divulgação).

O produtor Antonio Gutierrez e a curadora Nara Normande. (Foto: Tiago Calazans/Divulgação).

Dois realizadores brasileiros mereceram destaque neste ano: o amazonense, radicado no Ceará, e o goiano . Akel recebeu Menção Especial do Júri por Fluxos, uma produção que teve início no final do ano passado inspirada por uma oficina que o produtor participou na edição anterior do Animage com a polonesa Izabela Plucinska.

Viagem na Chuva, de Wesley Rodrigues, surgiu como um projeto de conclusão de curso do na FAV-UFG para rodar o mundo e conquistar agora o prêmio de Melhor Filme Brasileiro. “Eu torço muito para que esse festival cresça mais ainda. Ano que vem eu quero terminar um curta para estar aqui de novo”, comentou. Em sua sexta edição, o festival recebeu neste ano 611 inscrições de curtas de 52 países para sua Mostra Competitiva. De público foram nove mil pessoas ao todo.

Viagem na Chuva foi o melhor entre os brasileiros. (Divulgação).

Viagem na Chuva foi o melhor entre os brasileiros. (Divulgação).

“Acho que uma característica do Animage é trazer filmes menos tradicionais, diferentemente de alguns festivais que passam filmes mais pops. E é curioso porque a gente aprende a exercitar este outro olhar, de estar avaliando. Foram cinco dias para assistir mais de oitenta filmes e eu estou muito feliz de estar aqui”, disse Alê Abreu que anunciou junto com os demais jurados o resultado da premiação.

De acordo com Tião, cineasta e um dos curadores do evento neste ano, a procura dos realizadores estrangeiros pelo ANIMAGE já é bem expressiva. “Quando estamos participando de outros festivais internacionais e encontramos realizadores de animação, muitos já conhecem o Animage e demonstram interesse de terem seus filmes selecionados para a nossa Mostra Competitiva”, disse.

O público no São Luiz. (Foto: Tiago Calazans/Divulgação).

O público no São Luiz. (Foto: Tiago Calazans/Divulgação).

Confira todos os vencedores da Mostra Competitiva deste ano:

1. Melhor Arte: “Laznia” | Dir: Tomek Ducki (Polonia, 2013)
2. Melhor Som: “Pilots On the Way Home” | Dir: Priit e Olga Parn (Canadá/Estônia, 2014)
3. Melhor Técnica: “The Bigger Picture” | Dir: Daisy Jacob (Reino Unido, 2014)
4. Melhor Roteiro: “We Can’t Live Without Cosmos” | Dir: Konstantin Bronzit (Russia, 2014)
5. Melhor Direção: “Somewhere” | Dir: Nicolas Ménard (Reino Unido, 2013)
6. Melhor Filme – Prêmio do Público: “We Can’t Live Without Cosmos” | Dir: Konstantin Bronzit (Russia, 2014)
7. Melhor Filme Infantil: “La Petite Casserole D’Anatole” | Dir: Eric Montchaud (França, 2014)
8. Menção Especial do Júri para Filme Brasileiro: “Fluxos” | Dir: Diego Akel (Brasil, 2014)
9. Melhor Filme Brasileiro: “Viagem na Chuva” | Dir: Wesley Rodrigues (Brasil, 2014)
10. Melhor Filme – Grande Prêmio Animage: “Somewhere” | Dir: Nicolas Ménard (Reino Unido, 2013)

Sem mais artigos