Imagem do livro Sobremarinhos, de Gilvan Barreto. (Divulgação).
Imagem do livro Sobremarinhos, de Gilvan Barreto. (Divulgação).

O fotógrafo pernambucano Gilvan Barreto lança novo livro no Recife. Em Sobremarinhos, ele retrata o mar em suas muitas nuances. Realizado entre PE e RJ, projeto é fruto do Prêmio Marc Ferrez de Fotografia. Gilvan também comemora 20 anos de carreira com esse lançamento.

Sobremarinhos finaliza a trilogia iniciada com o livro Moscouzinho, seguida de O Livro do Sol. Cada um com suas peculiaridades, têm em comum os ciclos da vida, os desejos de infiltrar cinema e literatura no fazer fotográfico”, comenta Barreto, por e-mail.

SMarinhos_GBarreto_7303

Em seu formato, o livro também reproduz a dinâmica das marés. Páginas podem ser suprimidas ou alternadas para que novos feitios surjam a partir de cada contato. “Cada vida tem um ritmo, um roteiro. Neste livro, a história é recontada e reordenada para que cada leitor dite seus inícios, meios e fins”, diz Gilvan.

“Sobremarinhos é um gatilho experiencial”, afirma a curadora Cristiana Tejo. “Este trabalho me atingiu de maneira emocional, quase biográfica”. Gilvan Barreto é pernambucano e mora no Rio há nove anos. Seu trabalho foca em questões políticas, sociais e na relação do homem com a natureza.

O lançamento será na próxima quarta (29), às 19h, no Capibaribe Centro da Imagem – CCI (rua da Aurora, 533, Térreo, Boa Vista, Recife).

SMarinhos_GBarreto_-8252

Leia Mais
Exposição de Clarice Lispector no IMS propõe diálogo de sua obra com as artes visuais